Turminha Fabulosa

pesquisar

 
Quinta-feira, 19 / 09 / 13

Fim...

     Todos os livros têm estórias com finais felizes...

    Aqui fica o final deste nosso livro de quatro anos, com muitas aventuras, muitas aprendizagens, infelizmente algumas tristezas, mas principalmente muitas alegrias!!!!  :)

    Não vou fechar a página... Espero que ela continue a existir por muitos anos para eu poder espreitar-vos e orgulhar-me dos vossos trabalhos! Outras pessoas poderão consultá-lo e também aprender convosco.

    Foi maravilhoso conhecer estes meninos que passaram a fazer parte da história da minha vida (estão no meu álbum de casamento, nas fotos da minha gravidez, nas fotos dos primeiros meses do meu filho e no batizado, ...)! Chegaram-me de tranças, com os primeiros dentinhos a cair e despediram-se como pequenos homenzinhos e mulherzinhas, já cheios de responsabilidades!

    É impossível esquecer os vossos sorrisos sinceros, as vossas gargalhadas sonoras, as vezes que sequei algumas lágrimas e curei algumas dores, as vezes que vos elogiei e as vezes que ralhei convosco porque sabia que podiam ser sempre melhores!

    É com uma lágrima no olho que escrevo este último post para encerrar este blog, emocionada com todas as lembranças, com o coração apertadinho de saudades vossas mas cheinha de orgulho de todos vocês! 

 

    Vou continuar sempre por perto, a ver-vos crescer e vencer na vida!

 

"Gosto de vocês desde aqui até à Lua, 

 Gosto de vocês, desde a Lua até aqui..."

 

 

 

19 de setembro de 2013

 

A vossa professora Sandra Martins

 

publicado por turminhafabulosa às 22:25
Terça-feira, 25 / 06 / 13

Viagem de Finalistas à Kidzania

 

Aqui ficam algumas fotos da viagem à Kidzania em Lisboa! :) Diversão garantida! 

 

publicado por turminhafabulosa às 22:40
Terça-feira, 25 / 06 / 13

Sarau do centro Paroquial de Sobrado

















































publicado por turminhafabulosa às 17:10
Terça-feira, 25 / 06 / 13

Sarau do Agrupamento de Escolas de Castelo de Paiva

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 16:20
Segunda-feira, 17 / 06 / 13

Renovação de matrículas

Olá!

 

Recebi entretanto informações relativamente às matrículas, que se possível, deverão ser feitas na reunião já agendada para quarta-feira, às 18h30. 

 

Assim, os encarregados de educação deverão trazer: 

 

- Boletim Individual de Saúde (atualizado) - apenas para verificar se está atualizado

 

e fotocópias de: 

 

- Cartão de Cidadão       ou        Bilhete de Identidade, Cartão de contribuinte e Cartão de utente;

 

- Carta da Segurança Social relativa ao escalão do Abono de Família (indispensável para atribuição de subsidio de estudo e abono de família/bolsa de estudo).



Além disso, devem saber já qual a língua que vão querer iniciar no quinto ano e se pretendem ou não ter a disciplina de Moral. 

 

Por favor, passem palavra aos colegas! 

 

Obrigada! :) 

 

publicado por turminhafabulosa às 15:51
Domingo, 17 / 02 / 13

Nós...

A foto completa hoje um mês, mas vale sempre a pena recordar! :) Ainda tiraremos muitas outras como uma grande família que somos! 

 

 

 

Beijinhos para os meus alunos! 

 

publicado por turminhafabulosa às 20:57
Segunda-feira, 28 / 01 / 13

Cantar as Janeiras

Os alunos fabulosos escreveram textos sobre as Janeiras. Depois fizeram votação para escolher os melhores. Aqui ficam os quatro eleitos:

 

 

 

Os Reis

 

Na segunda fomos cantar as Janeiras

Pusemos todos a pular

Fizemos muitas brincadeiras

e no fim fomos lanchar.

 

Primeiro fomos ao Jardim

onde ficamos todos contentes

fizemos uma grande atuação

onde estavam quase todos sem dentes.

 

Fomos à Câmara Municipal

onde vimos o Presidente

Fizemos um festival

e alegramos toda a gente.

 

Fomos cantar os Reis

E os Bomabeiros visitar

fomos tão amáveis

que os conseguimos  encantar.

 

Continuamos o passeio

agora pelos idosos

qual foi o nosso espanto

que estavam todos cheirosos.

 

Durante o mês de janeiro

as Janeiras fomos cantar

passamos pelos deficientes

para os poder alegrar.

 

Fomos a outra escola

Visitar a nossa antiga colega

Levamos a nossa sacola

Mas não andamos de escorrega.

 

Ao infantário

As boas vindas fomos dar

comemos muitso rebuçados

e também os fomos alegrar.

 

À nossa antiga escola

fomos lanchar

dançamos e brincamos

e por fim fomos cantar:

 

Aqui estamos, aqui vimos

Meus senhores bem o sabeis

Vimos dar as boas festas

E também cantar os Reis

 

REFRÃO

Os Reis, os Reis

Aqui nós vimos cantar

Os Reis, os Reis

Aqui os vimos saudar.

 

Boas festas, boas festas

Cantamos para todos vós

Os anjos cantam no céu

Na terra cantamos nós.

 

Maria Inês e Ana Isabel

 

 

 

 

As últimas e melhores Janeiras de sempre

 

Íamos vinte e três alunos

Todos com uma coroa

A cantar, a cantar,

Uma música muito boa!

 

Fomos ao ATL

Começámos a cantar

Os pequeninos gostaram

Pois a música era de encantar!

 

Seguimos até à Câmara MUnicipal

Não paravam de nos fotografar

Íamos aparecer no facebook

Ia ser de rir e chorar!

 

Fomos aos Bombeiros

Mas não nos molharam

Estavamos felizes

Pois todos cantavam!

 

A caminho da Número Um

Encontrámos um cão

Estava escondidinho

A fazer xixi no chão!

 

Na Escola Número Um

Encontrámos a nossa amiga

Que andava connosco

Na nossa escola antiga!

 

Depois fomos ao lar

Lá estavam idosos simpáticos

No C.A.O. estavam felizes

Por ouvirem os nossos cânticos!

 

Por fim fomos ao Infantário

Onde encontrámos a Paula

A filha dela fugiu

É melhor prendê-la numa jaula!

 

Fomos à nossa escola

À nossa escola antiga,

Lá só brincámos

Não cantámos nenhuma cantiga!

 

A caminhos da EB2,3

Íamos como perdidas

Pois tínhamos bebido vinho

às escondidas!

 

Beatriz e Inês Regina

 

 

 

 

As Janeiras

 

     Na tarde do dia catorze de janeiro de dois mil e treze fomos cantar as Janeiras a muitos sítios.

     Começámos por ir ao Jardim de Infância de S. Gião. Lá cantámos e tocámos com as nossas maracas (algumas foram feitas com uma lata de plástico de lápis de cor e lá dentro tinham massas, feijões, arroz ou grãos-de-bico e outras eram maracas verdadeiras).

     De seguida fomos à Câmara Municipal cantar e tocar, e até vimos o Sr. Presidente  da Câmara Gonçalo Rocha.

     A seguir fomos aos Bombeiros, onde também cantámos e tocámos. Não fomos trapaceiros pois não demos berreiros!

    Posteriormente, fomos à Escola Número Um, onde fizemos as mesmas coisas que nos sítios anteriores.

    O sítio a seguir foi ao Lar da anta Casa da Misericórdia onde cantámos para muitas pessoas da terceira idade. Alguns colegas nossos fizeram amizades e outros disseram olá às pessoas que já conheciam.

    A seguir fomos ao C.A.O. que também pertence à Santa Casa da Misericórdia. Desta vez cantámos para pessoas com deficiência.

    Depois, mesmo ali ao lado, fomos ao Centro Social e Paroquial de Sobrado, onde matámos saudades das nossas antigas educadoras e dos amigos que ao longo do tempo que passámos lá fomos fazendo.

    No final, fomos matar mais saudades à nossa antiga escola. Lá, nós lanchámos, dançámos e os rapazes deram uns pontapés na bola.

    No final de tudo isto, voltámos para a nossa escola! Adorámos esta aventura, mas temos pena porque para o ano (se não reprovarmos), vamos entrar no quinto ano e já não cantaremos as Janeiras. Mas este ano, aproveitamos bem e por isso, a nossa turma está feliz! :)

 

Marta Raquel

 

 

 

Os Reis

 

No dia catorze de janeiro

fomos cantar os Reis

todos tinham um pinheiro

e as bolas eram seis.

 

Primeiro fomos a S. Gião

havia lá muitos pequeninos

cantámos uma canção

sobre os três meninos.

 

Depois fomos à Câmara Municipal

estava lá o Presidente

havia lá um pinhal

e uma estrela cadente.

 

Dos Bombeiros não esquecemos

são os nossos soldados da paz

por eles tudo fazemos

porque com eles tudo é eficaz!

 

Depois fomos à Número Um

estavam lá muitos meninos

não faltou nenhum

pois já são todos grandinhos.

 

Fomos ao Lar de Idosos

levar-lhes um pouco de carinho

ficaram tão vaidosos

que nos ofereceram um beijinho.

 

Depois domos ao C.A.O.

estavam lá os deficientes

quase nos saltava o coração

por estarmos tão contentes.

 

De seguida passamos no Infantário

estavam lá muitas crianças

todos tinham um calendário

para nos dar esperança.

 

Finalmente acabámos

estavamos fartos de andar

será a última vez

que nós vamos cantar:

 

Aqui estamos, aqui vimos

Meus senhores bem o sabeis

Vimos dar as boas festas

E também cantar os Reis

 

REFRÃO

Os Reis, os Reis

Aqui nós vimos cantar

Os Reis, os Reis

Aqui os vimos saudar.

 

Boas festas, boas festas

Cantamos para todos vós

Os anjos cantam no céu

Na terra cantamos nós.

 

Maria Ângela e Sara

 

 

publicado por turminhafabulosa às 18:43
Segunda-feira, 12 / 11 / 12

Visita de Estudo a Guimarães

 

      No dia trinta de outubro, fomos a uma visita de estudo a Guimarães. 

       

 

     Primeiro, começámos por visitar o Paço dos Duques, onde vimos quatro belas tapeçarias que nos mostravam conquistas dos portugueses em África. Também vimos um quarto de homenagem a D. Catarina de Bragança (naquele tempo, as pessoas dormiam sentadas com medo de morrer); a sala de banquetes; a sala das armas; porcelanas chinesas; uma capela com vitrais e as pedras namoradeiras e conversadeiras. 
     Também fizemos uma viagem no tempo e encontrámos D. Afonso Henriques, que nos explicou muitas coisas sobre ele e sobre a sua vida. O mais engraçado foi que ele não percebia nada de coisas modernas que nós lhe tentávamos explicar. 
    
     
      De seguida, fomos ao castelo de Guimarães mas ficámos um pouquinho desiludidos pois só havia lá pedras! Passámos por uma ponte que dava para subir à torre mais alta, mas não subimos! Do castelo, também admirámos a paisagem e o castelo de Guimarães. 

         Fomos almoçar ao Parque da Cidade de Guimarães e andámos no parque que lá havia. 
      Depois do almoço, fomos à Citânia de Briteiros. Também ficamos desiludidos porque pensavamos que havia mais castros reconstruídos. Apenas dois tinham sido reconstruídos e, segundo nos disseram, não estavam bem como antigamente. Também havia lá um cemitério e os caminhos eram íngremes. 
           
      Mais à tarde, fomos ao Museu de Arte Castreja, onde vimos pedras e cacos com desenhos e letras que tinham sido recolhidas nas escavações qrqueológicas da Citânia. Visitamos o escritório de Martins Sarmento e vimos os livros que ele escreveu sobre arqueologia. Também havia lá máquinas fotográficas antigas e cartas que Martins Sarmente escreveu a Camilo Castelo Branco. No museu, estava um arquológo que nos explicou como faziam a sauna nos balneários e que cada castro era uma divisão da casa. 
     A visita foi muito divertida principalmente quando fomos ao encontro com D. AFonso Henriques! 
Beatriz
publicado por turminhafabulosa às 12:20
Terça-feira, 16 / 10 / 12

Viagens na máquina do tempo...

Uma viagem na máquina do tempo

     Nós fomos a um museu onde vimos uma máquina do tempo. Tropeçamos e caímos lá dentro. Sem querer, mexemos na alavanca e fomos parar à época dos dinossauros.

    Quando lá chegamos vimos quatro vulcões ativos, um T-Rex, um dinossauro voador e outro com três cabeças. O dinossauro que nós gostamos mais, foi o que tinha bico de papagaio e rabo de coelho. Também vimos dinossauros marinhos e muitos braquiossauros que estavam sempre a comer as folhas das árvores.

    Vimos um esqueleto pendurado numa árvore e noutra árvore vimos uma trotinete com um bilhete.           

    Pegamos na trotinete e como não tínhamos capacetes usamos carapaças de tartarugas.

   A erva estava muito grande e como o T-Rex vinha atrás de nós decidimos esconder-nos lá. À nossa frente vimos um rio onde estavam dinossauros herbívoros que tinham folhas na boca.

    Nós trepamos a uma árvore e subimos até à cabeça deles e como eramos de carne, eles não nos comeram. Escorregamos pelos pescoços deles e fomos parar à outra margem. Dormimos numa gruta.

     No dia seguinte, encontramos uma pegada igual à que estava no museu.

     Nós escrevemos a pedir uma máquina do tempo e isso apareceu na pegada do museu, tal como nós escrevemos! Alguém viu a mensagem na pegada do museu e enviou-nos a máquina! Ela apareceu à nossa frente mas esqueceram-se que ela funcionava à eletricidade! Fomos salvas por um raio que atingiu um dos cabos!

     E assim voltamos ao presente, e nunca mais quisemos ir numa máquina do tempo porque, esta, foi uma aventura assustadora!

           

Maria Ângela e Beatriz

 



Uma Aventura no Tempo

     Um dia, nós encontramos uma máquina do tempo quando estávamos a brincar no jardim. Entramos na máquina e carregamos num botão que nos levou para o século II a.C.

     Quando lá chegamos ficamos no meio da luta contra os Romanos e os Lusitanos. A Matilde disse:

     - É melhor irmos avisar Viriato do que lhe vai acontecer!

     - Boa ideia!

     Quando estavam todos a dormir fomos à tenda de Viriato. Ele estava acordado e nós dissemos-lhe o que ia acontecer. Ele disse que não sabia quem eramos. 

     - Quem são vocês? Parecem ser bruxos!

     - Não, entendeu tudo mal. Nós estamos do seu lado! - disse eu.

     - Olhe, você tem de ter cuidado na luta contra os Romanos! - avisou a Matilde.

     - Porquê?

     - Porque os seus amigos vão matá-lo à traição para receberem espadas e armaduras dos Romanos. Nós viemos impedir isso.

     Os três, fomos para as tendas dos Romanos, mas tivemos de ir em silêncio para tentar pôr os guardas inconscientes.

     Depois, disfarçamo-nos de Romanos e fomos falar com o general dos Romanos, dizendo-lhe que já mataram Viriato. Ele respondeu:

     - Agora que matamos Viriato, vai ser fácil dominar a Península Ibérica!

     De repente Viriato diz:

     - Eu estou aqui e não morri! Agora sai da Península com as tuas tropas antes que eu te atire para o fim do mundo.

     - Está bem, eu desisto!

     Os Lusitanos ganharam mais uma batalha e nós regressamos ao presente. Festejamos indo a Viseu ver a estátua dele e quando vimos lá dizia:

      - Eu consegui vencer a luta com a ajuda da Matilde e do Guilherme!

 

(sem nome)

 

 

 

Uma aventura

no tempo dos dinossauros

     Nós somos a Inês e o Pedro, e um dia fomos para um campo de férias. Quando íamos a correr, encontrámos uma máquina do tempo! Entrámos lá dentro, carregamos num botão e fomos para a época dos dinossauros.

     Caímos dentro de uma gruta. Quando saímos de lá, sentimos que alguém nos estava a perseguir, olhamos para trás mas não víamos ninguém. Seguimos em frente e vimos um trisseratop.

      Aí percebemos que estávamos na época dos dinossauros. Quando olhámos para trás, vimos que um tiranossauro-rex estava a seguir-nos e então, escalámos a perna do braquiossauro e fomos para cima da cabeça dele.

      Depois o tiranossauro-rex ferrou o braquiossauro. Nós caímos e fugimos para o ninho de um pnerodont. Antes desse dinossauro voltar para o ninho, estivemos a ver os lindos ovos que ele tinha. A Inês pensava que eram pedras. Adorámos esta parte da nossa aventura, mas já estava a ficar noite por isso fomos procurar abrigo.

     Finalmente encontrámos abrigo, mas para dormir era difícil porque tínhamos de ter cuidado com os dinossauros carnívoros. Para resolver este problema decidimos dormir ao lado do trisseratop, que é herbívoro.

     Quando acordávamos, íamos logo procurar comida. Mas não havia nada de jeito e tínhamos de comer fruta.

    Como queríamos voltar para casa, fomos procurar em todas as grutas a nossa máquina do tempo. Decidimos trazer alguma fruta para casa porque estamos em tempo de crise!

    O Pedro disse que queria ficar lá, mas eu disse que era perigoso e quando ele estava a pensar sair da gruta, viu o tiranossauro-rex e disse logo para arrancarmos! Foi isso que eu fiz!

    Quando chegamos a casa, o nosso pai ficou admirado e feliz por nos ter encontrado e por nos ver a comer tanta fruta. Nós concluímos que no tempo dos dinossauros as coisas eram difíceis e na escola seríamos os melhores a História!

 

Inês  Regina e Pedro

 

 

 

 

Viagem ao século II a.C.                                                                      

     Um  dia, eu e o João Filipe, estávamos a brincar no jardim e por acaso encontrámos uma máquina do tempo. Entrámos lá dentro, clicamos em todos os botões e fomos parar ao século. a.C.. Quando lá chegamos vimos tudo  deserto menos uma zona que tinha um castelo a ser invadido pelos Romanos.                

    Nós fomos investigar o castelo, mas antes de lá chegarmos, íamos sendo raptados por um Romano. Demos-lhe um pontapé e começamos a fugir, até chegar ao castelo. Como eles estavam a ser invadidos, nós entramos pelas traseiras.                                                      

     Vimos um homem sentado numa espécie de trono e perguntámos-lhes:                   

     - Podemos entrar?                                                                                                        

     Como não percebíamos nada do que ele dizia, entramos na mesma e vimos um homem muito grande à nossa frente. Soubemos logo que era Viriato porque aquela cara de guerreiro não engana ninguém!

     Ele pediu-nos ajuda na luta contra os Romanos e nós ajudamos. Vencemos!

    Quando vínhamos embora, ouvimos os Romanos a dizerem a três Lusitanos para matarem Viriato. Quando eles o iam matar, foram mortos à facada por mim e pelo João Filipe.

      Entretanto apareceram muitos Romanos para nos matar! Nós bem tentamos fugir mas não conseguimos e assim morremos.                                                  

      De repente acordamos aos gritos no nosso século, pois era tudo um sonho!

 

 

João Filipe e Manuel Neves

 




Viagem ao Futuro

      Num dia de verão, o Marco e a Ana estavam a passear no jardim e descobriram uma máquina do tempo. Entraram lá dentro, carregaram num botão verde e viajaram ao século XXV.

      Quando chegaram lá, viram uma enorme confusão e muita poluição. Viram carros voadores, flores gigantes, pessoas a afixar cartazes, pessoas a voar como anjos e telefones que quando estalamos os dedos vêm ter connosco.

     A Ana e o Marco decidiram alugar um casarão enorme com piscina redonda de sete metros de largura e dois metros de profundidade, camas elétricas que se fazem sozinhas, mordomo, um enorme jardim, churrasqueira, um jardineiro, um cozinheiro,…

      A Ana foi fazer um casting para ser pop star. Ela ganhou e ficou com imenso dinheiro. Então, em vez de ficar com a casa alugada compraram-na. A Ana começou a fazer a sua primeira música e ficou espetacular. Então os produtores pediram-lhe para ela fazer um filme de karaté.

     O Marco queria acabar com a poluição e então, como ele era rico, foi a um museu privado e científico pagando oito mil milhões de euros. Lá dentro encontrou uma máquina chamada «Acaba com a poluição imediatamente», e decidiu comprá-la. Primeiro leu as instruções; em seguida, carregou em vários botões e largou um ozono terrível. No dia seguinte ligaram-lhe a agradecer por ele ter acabado com a poluição e iria ser o presidente da freguesia.

      Entretanto, eles foram dar um passeio e foram raptados. Meteram-nos numa prisão protegida por choques elétricos. O homem que os prendeu, abriu a porta, agarrou neles e ia dar-lhes um murro mas, como a Ana sabia karaté (por causa do filme) deu-lhe um pontapé e ele caiu! Aproveitaram e fugiram!

      Foram para a casa deles e queriam voltar para o presente, mas eles deixaram a máquina do tempo na rua e roubaram-lha. Então ficaram no futuro para sempre. Mas até gostaram de ficar lá porque lá havia muitas invenções fixes que no presente não tinham!

 

                                                   

                                                                                                 Fabiana e Emanuel

 

 

Uma Viagem ao futuro

      Olá! Nós somos a Catarina e a Marta e somos irmãs. Vivemos em Lisboa e fomos passar férias à nossa tia, no Algarve. Quando lá chegamos, a tia mostrou-nos uma máquina do tempo e fomos parar ao século XLI.

      Nesse século, as casas eram maiores do que um hotel normal e havia muita tecnologia avançada. As pessoas já não andavam de carro, andavam de prancha voadora com energia solar. As mulheres andavam de mini saia e top e os homens andavam de manga curta e de calções. Nós entramos em casa da nossa tia e dizia lá:  “Benvinda Teresa!”

    Lá havia dez quartos, cinco salas de estar, cinco cozinhas, três jardins, cinco salas de jantar, três salas de vídeo de jogos, etc… Nós perguntamos à tia:

       - Porque é que tens muitas divisões?

       - Ó meninas nós estamos no século XLI, há muita diferença entre o século XXI e o século XLI! - respondeu a tia.

       Nós perguntamos à tia se podíamos ir ao jardim e ela disse:

       - É melhor irem para o jardim de trás!

       Quando lá chegamos um homem estava a tirar-nos fotos com um aiped 20 e fomos chamar a tia. Dissemos-lhe:

       - Tia está ali um homem baixo, com o cabelo castanho, olhos azuis e maluco.

       A tia disse-nos para nos acalmarmos e que ia lá ver. Quando lá chegou a tia perguntou ao homem:

       - Porque é que tu nos estás a tirar fotografias?

       - Peço imensas desculpas mas eu só vos queria tirar uma foto porque vocês foram as primeiras viajantes no tempo! – respondeu ele.

      Nós acabamos por saber que no futuro seremos famosas! Decidimos ficar lá a viver mas, à medida que os anos passam nós lembramo-nos cada vez mais do século XXI!

 

 

Catarina Duarte e Marta Raquel

 

 

 

Uma viagem no tempo

        Um dia dois rapazes foram brincar para um parque e encontraram uma grande máquina do tempo. Entraram lá dentro e carregaram num botão que os levou para o século XII.

       Quando saíram da máquina, aquilo era totalmente diferente do que eles conheciam: o ambiente era escuro, tinha algumas casas pequenas e quase todas eram de pedra negra. Decidiram caminhar e encontraram um castelo. Eles achavam que era do D. Afonso Henriques e decidiram ir verificar. Chegaram ao castelo, viram o D. Afonso Henriques a mandar prender uma pessoa. Ficaram assustados e decidiram sair rapidamente do castelo porque tinham muito medo, que ele os prendesse a eles também.

       Dali voltaram para a máquina do tempo mas ela tinha desaparecido! Eles ficaram muito nervosos e começaram a andar de um lado para o outro.

      Entraram numa casa vazia e ficaram lá uma noite. No dia seguinte, foram conhecer melhor a aldeia e quando passavam por alguma pessoa, ela ficava completamente espantada por ver as suas roupas, o corte de cabelo, os acessórios, o calçado, …        

       Acabaram por encontrar a máquina do tempo atrás de um grande arbusto verde. Entraram para a máquina e voltaram para o presente.

                       

Maria Inês e Ana Catarina


 

 

Uma viagem ao futuro

        Um dia o João estava a brincar, tropeçou numa pedra e viu uma máquina o tempo. Entrou lá dentro e viajou ao século XXXV.

      Quando acordou, viu que o mundo era todo eletrónico: casas flutuantes, carros voadores, uma ponte para Marte e muito mais modernas. Mas reparou que a máquina estava destruída.

      No dia seguinte, ele já tinha saudades dos seus pais. Só queria voltar para o presente. Ele perguntou a um robô se havia máquinas do tempo. O robô disse que mesmo nesta época não havia máquinas do tempo, mas que se calhar poderia arranjar a máquina do João. Só precisava de gasolina, uma chave de fendas tripla e uma pétala de flores risonhas.

        O João foi buscar os materiais. Primeiro foi buscar a gasolina nas bombas do GALP, depois foi buscar uma chave de fendas tripla à oficina do AOSCF e por fim foi à cidade das flores risonhas buscar a pétala. O João levou os materiais para o robô, que conseguiu arranjar a máquina do tempo. Ele voltou para casa.

      O João gostou muito da sua aventura e contou o que aconteceu à sua família mas só o avô é que acreditou porque já tinha visto uma máquina do tempo. 

 

(sem nome)

 



 

Uma viagem ao passado

         O Jorge era mecânico e decidiu fazer uma máquina do tempo para ir para o século XII. Entrou lá dentro, carregou em vários botões e para o século XII.

      Conheceu D. Afonso Henriques que lhe mostrou o Castelo de Guimarães. As luzes eram lampiões de azeite, não havia vidros e os colchões eram de feno.

      Ele também lhe mostrou a sua espada (que era maior do que uma criança de seis anos), a  cavalariça , as suas armaduras e todas e as armas.

       Passados alguns anos, houve uma grande batalha onde D. Afonso Henriques lutou contra a sua mãe. O Jorge ajudou-o a vencer esta grande batalha que ficou conhecida por Batalha de S. Mamede.

       Passado algum tempo D. Afonso Henriques ordenou-o cavaleiro. Então o Jorge decidiu ficar porque já pertencia ao exército dele.

 

Jorge


 

A máquina do tempo

            A Marta e o João estavam numa sucata e por trás de uma arca, estava uma máquina do tempo. Entraram na máquina, carregaram num botão e viajaram para o século II a.C.

            Encontraram o chefe dos Lusitanos e fizeram-lhe as seguintes perguntas:

            - Olá! Viriato como é que conseguiu ser chefe dos Lusitanos?

            - Olá! Consegui ser chefe porque venci muitas lutas.

            - É bom guerreiro?

            - Sim, sou bom guerreiro. Querem conhecer a tribo Lusitana?

            - Sim claro!

            E lá foram eles conhecer os Lusitanos.

            Estavam no cimo de uma serra e viram os Romanos a aproximar-se. Lançaram uma pedra grande para os esmagar, mas alguns escaparam. Alguns Lusitanos foram ter com os Romanos para lutar e outros Lusitanos ficaram lá em cima e disseram:

            - Vêm ai mais Romanos!

            Os que estavam lá em cima foram buscar mais armas para atacar os Romanos e desceram a correr para os conseguir vencer!

            Entraram na máquina e voltaram para casa. Contaram à família a aventura que tiveram no seculo II a.C. mas ninguém acreditou no que contavam.

 

 

Marta e João Pedro

 

  

 

 

A viagem ao futuro

            A Sara tinha ido a uma visita de estudo e atrás de uma árvore viu uma máquina do tempo. Entrou e clicou num botão que a levou para o século XXXI.

            A máquina do tempo levou-a para uma garagem preta, húmida e cheia de tralha. Subiu umas escadas estreitas e lá em cima viu várias divisões. Espreitou por uma janela para ver o que se estava a passar lá fora e viu dois homens a fazer um carro voador.

            A Sara achou aquilo esquisito e foi lá para fora ver de mais de perto.

            Os dois homens iam experimentar se o carro voador andava. Quando eles entraram no carro, começou a andar. A Sara ficou espantada.

            Passado alguns dias a Sara decidiu ir-se embora porque já estava farta de ver coisas que não existem. 

 

sara

 

 

Uma viagem ao século XII

     Um dia, a Helena e o Ricardo foram acampar à floresta e encontraram uma máquina do tempo. Entraram, carregaram num botão e foram parar ao século XII.

    A Helena e o Ricardo conheceram o primeiro rei de Portugal, D. Afonso Henriques.

    - Olá, é um prazer conhece-lo! - disse a Helena.

    - Quem são vocês e que roupas são essas?

    O Ricardo e a Helena não souberam o que responder e com medo de serem descobertos, a Helena disse a verdade:

    - Nós viemos do século XXI. Recuámos no tempo com uma máquina.

    - O que é isso? - perguntou o rei.

    Sem saber o que responder, o Ricardo e a Helena fugiram do castelo e foram para a floresta.

    O rei foi procurá-los mas não deu em nada.

    O Ricardo disse:

    - Começo a achar que viajar no tempo foi um erro…

    - Sim, é melhor voltarmos para o Presente. Começo a ficar assustada! - disse a Helena.

    Logo de manhã, foram para a máquina e voltaram para o Presente. Contaram aos pais e aos colegas mas ninguém acreditou e até pensaram levá-los ao médico!

 

sem nome

 

publicado por turminhafabulosa às 21:10
Domingo, 07 / 10 / 12

Adivinhem quem é...

     Os alunos fizeram retratos físicos e psicológicos dos seus colegas da turma. Agora, tentem adivinhar de quem falam! 

 

 

 

      Ela tem 9 anos e é do sexo feminino.

      Ela tem os olhos azuis, cabelo liso e louro, é magra e tem lábios finos.

      Ela é amiga, simpática, estudiosa, pensativa e brincalhona. No recreio faz piadas.

      Eu penso que ela é uma pessoa fixe.

  Ana Catarina

 

 

 

 

    Ela tem 9 anos e é menina. Tem olhos castanhos, cabelo escuro e um pouco encaracolado, tem cara redonda, é baixa, morena e magra.

    Ela é simpática, estudiosa, brincalhona e alegre.

    Eu penso que é uma pessoa incrível e defende-me quando for preciso. Quando tenho um dia difícil ela apoia-me. Eu diria que é uma boa amiga mas para mim é muito mais…  é uma irmã que nunca tive!

    Agora adivinhem lá, quem é?

Ana Isabel

 

 

 

 

   Ela tem 9 anos e é do sexo feminino.

   Tem olhos castanhos, cabelo liso e é media.

   É simpática e curiosa.

   É bonita, linda, risonha, estudiosa.       

    Matilde

 

 

 

 

    Ele tem 9 anos e o sexo é masculino.

    É branco, bonito, risonho, brincalhão, tem a cara redonda, é meio alto, tem olhos azuis e cabelo encaracolado.

    É simpático, curioso, tímido, pensativo, estudioso e atencioso.

    Ele é muito amigo e também é uma pessoa incrível.

André

 

 

 

 

    A pessoa que escolhi para fazer este trabalho tem nove anos e é do sexo feminino.

    Ela é alta, tem rosto redondo, olhos castanhos, dentes direitos, cabelo castanho, curto e liso.

    É muito brincalhona, curiosa, risonha, simpática e alegre.

    Penso que é uma boa amiga e boa companheira.

            Então adivinharam?

Beatriz

 

 

 

 

     Tem 9 anos, é do sexo feminino. É morena, tem cara redonda, olhos castanhos, alta, cabelo liso, inteligente, simpática, risonha, brincalhona, faladora, curiosa, boa amiga, companheira e defende-me quando é preciso.

Catarina Silva                                          

 

 

 

 

            Ele tem 9 anos e o sexo dele é masculino.

            O cabelo dele é louro, é baixinho e magrinho.

            Ele é simpático, brincalhão e às vezes trapalhão.

            Eu penso que ele é meu amigo, bom colega de escola e muito brincalhão.

Emanuel Sousa     

 

 

 

 

            Ela é do sexo feminino e tem 8 anos.

            Ela tem cabelo castanho e comprido, olhos castanhos, lábios finos, não é muito alta e é magra.

            É inteligente, simpática, risonha, brincalhona e educada.

            Eu penso que ela é muito linda e fixe. Ela gosta de jogar computador e ver televisão.

Fabiana

 

 

 

 

    Tem 9 anos e é do sexo masculino.

    É baixo, moreno, tem cabelo preto, olhos castanhos e cara redonda.

    É simpático, brincalhão e risonho.

    É justo num jogo, faz muitas piadas, é falador e trapalhão.

Guilherme

 

 

 

 

            Tem nove anos e é do sexo masculino.

            Tem cabelo curto e meio acastanhado, corpo forte e alto, dentes direitos, lábios grossos e rosto redondo.

            É divertido, inteligente, curioso, participativo e adora ver filmes de terror.

            Eu acho que ele é fixe e um bom amigo!

Inês Regina

 

 

 

 

     Ele tem nove anos e é do sexo masculino.                                                           

     É magro, alto, tem cabelo encaracolado, olhos castanhos, nariz e lábios curtos. Ele é educado, alegre, brincalhão, simpático e meigo.

     Eu penso que ele é amigo de todos, joga bem à bola e corre bem.   

João Filipe

 

 

 

 

    Tem 9 anos e é do sexo masculino.

    É moreno, tem cabelo castanho e liso, olhos castanhos, é alto, magro, tem cara redonda e nariz curto.

    É Inteligente e simpático.

    Eu penso que é um bom amigo.

João Pedro

 

 

 

 

            É rapaz e fez 9 anos há pouco tempo.

            É mais ou menos da minha altura, é moreno e tem  cabelo preto.

            Ele é simpático, risonho, brincalhão e alegre.

            É um bom amigo.

Jorge

 

 

 

 

            Ele tem 9 anos e é homem.

            Tem olhos castanhos, cabelo meio louro, é alto e tem a cara meia oval.

            Gosta de jogar à bola, é rápido, aluno de bons e também é simpático.

            Penso que ele é bom amigo e bom aluno.

Manuel

 

 

 

 

      Ela tem 9 anos e é do sexo feminino.

      Ela tem o rosto um bocadinho comprido, os olhos são azuis, a boca é pequenina e os lábios são um pouco grossos. O cabelo é loiro, liso e curto. O nariz também é curto e arrebitado. O seu corpo é magro e ela é baixinha.

      Ela é alegre, brincalhona, curiosa e risonha.

      Eu penso que ela é muito amiga.

Maria Ângela

 

 

 

 

     Tem 9 anos e é do sexo feminino.

     Tem o rosto redondo e magro, tem olhos castanhos escuros e pequenos, lábios normais e finos. O cabelo é meio ondulado, castanho escuro e curto. Tem nariz curto e arrebitado e é magra e alta.

     Ela é risonha, simpática, brincalhona e engraçada.

     Acho que é minha amiga e não partilhamos os mesmos gostos.

Maria Inês! :D

 

 

 

 

            Ela tem 8 anos e é do sexo feminino.

            É magrinha, loira, com olhos castanhos e cabelo comprido

            Ela é simpática, generosa, estudiosa, risonha e brincalhona.  

            É boa amiga, inteligente e bonita.

Marta Silva

 

 

 

 

            Tem 9 anos e tem sexo feminino.

            Tem rosto magro e os olhos dela variam: no verão são azuis, no inverno são verde claro. Tem boca comprida, cabelo liso, nariz arrebitado.

            Ela é baixa e magrinha.

            Ela é simpática, alegre, brincalhona e risonha. Faz-me sempre rir e aos outros também.

Marta Raquel

 

 

 

 

            Ele tem 9 anos e é do sexo masculino.

            Ele tem cabelo liso e castanho, olhos castanhos, cara magra e elegante, é médio e tem nariz curto.

            Ele não trabalha lá muito. É tímido e simpático.

            Ele é amigo e fixe.

Pedro

 

 

 

 

            Ele tem nove anos e é do sexo masculino.

            Ele é gordinho e corado, tem olhos castanhos, lábios finos, dentes brancos e cabelo castanho.

            É simpático, alegre, lento, educado e paciente.

            Eu acho-o um bom amigo.

Rúben

                                              

 

 

 

      Tem 9 anos e o seu sexo é feminino.

      O seu rosto é redondo, os olhos são castanhos, a boca é grande. Tem dentes direitos, cabelo castanho claro, liso e comprido. Tem nariz curto e é alta.

      É simpática, risonha, brincalhona e pensativa.

      Penso que é minha amiga.

Sara

 

 

 

 

     Tem 9 anos e é do sexo masculino.

     Tem olhos castanhos, cabelos grandes e loiros e é alto.

     Gosta de jogar computador, é simpático e gosta de contar histórias.

     Eu acho que ele é fixe.

 Tomás Espincho

publicado por turminhafabulosa às 21:40
Segunda-feira, 24 / 09 / 12

Feira Social

Na semana passada, as turmas do 4º ano participaram na Feira Social do concelho.

 

Aqui ficam algumas fotos: 

 

Aprendemos que os homens e as mulheres devem partilhar as tarefas domésticas!

 

publicado por turminhafabulosa às 20:21
Terça-feira, 11 / 09 / 12

Informações da Câmara Municipal - Importante

MANUAIS ESCOLARES

   Os pais/encarregados de educação deverão, a partir do dia 12 de setembro, levantar os manuais escolares dos seus educandos na Câmara Municipal (átrio da entrada principal), mediante apresentação de um documento de identificação do aluno. Esta entrega funcionará das 9.00h às 19.30h ininterruptamente até ao dia 14 de setembro.



REFEIÇÕES ESCOLARES

    Os pais/encarregados de educação deverão entregar na Câmara Municipal, Gabinete de Ação Social, o documento da Segurança Social com o Escalão de Abono.

  • Escalão 1 - REFEIÇÃO GRATUITA
  • Escalão 2 – 0,77€
  • Escalão 3 – 1,54€

 

FRUTA ESCOLAR

     O Regime de Fruta Escolar vai continuar, com a distribuição gratuita de 2 peças de fruta por semana por cada aluno.

 

 

 

ATIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR

   As AEC´s vão continuar a ser dinamizadas pelas IPSS do Concelho, à semelhança de anos anteriores, e mantêm-se as áreas:

  • Inglês
  • Atividade Física e Desportiva
  • Atividades Lúdico-Expressivas





Aviso da professora: Os pais, que quiserem, poderão trazer os manuais escolares e a resma de papel já na reunião de quarta-feira de forma a aliviar o peso dos meninos no primeiro dia de aulas (sexta-feira). Mas, por favor, não se esqueçam de os identificar, colocando o nome do aluno em todos os livros e na embalagem da resma! 


publicado por turminhafabulosa às 13:27
Quinta-feira, 06 / 09 / 12

Lista de material escolar

     Olá!

 

   Tal como combinado, segue aqui uma lista do material que será necessário para este ano letivo. Recomendo que, sempre que possível, reutilizem o material do ano passado que tenha ficado em boas condições! Deverão trazer o material no primeiro dia de aulas.

 

     Não esqueçam de colocar o nome em todos os materiais! 

 

 

Lista de material

  • 3 cadernos de capa preta A4 pautado (linhas)
  • 1 capa de argolas grande (lombada larga 6cm)
  • 1 capa de argolas grande (lombada estreita 3cm)
  • 1 capa de elásticos A4 para andar na mochila ou 1 portfólio
  • 1 bloco de folhas A4 quadriculadas (grossas)
  • 1 resma de folhas de fotocópia
  • 2 lápis HB n.2
  • 1 esferográfica azul sem publicidade e 1 preta ou verde ou rosa ou roxa
  • 2 borrachas brancas ou verdes
  • 1 afia com depósito
  • 1 cola baton (grande)
  • 1 caixa de lápis de cor, 1 caixa de lápis de cera e 1 caixa de marcadores
  • 1 caixa de aguarelas (pequena) e 2 pincéis
  • 1 tesoura
  • 1 régua pequena, transferidor e compasso
  • 1 caixa de plástico ou cartão para guardar o material (pode ser de sapatos)
  • 1 pen (para os alunos transportarem documentos do computador)
  • Dicionário de Língua Portuguesa
  • Livro “Uma viagem ao Tempo dos Castelos” de Ana Maria Magalhães e Isabel Alçada (obra a ser trabalhada no início do ano letivo)

 

Até breve! 

publicado por turminhafabulosa às 17:20
Quinta-feira, 06 / 09 / 12

manuais escolares

Aos pais, 

 

Na última mensagem não fui bem clara em relação aos manuais escolares. Segundo informação da Direção, os pais deverão ir levantar os manuais à Câmara Municipal mas numa cerimónia para o efeito. Penso que cada encarregado de educação receberá um convite por carta para o evento. De qualquer forma, qualquer dúvida deverá ser esclarecida na Câmara, pois esta é única informação que tenho. 

Agradeço que passem palavra. 

 

Obrigada e até breve! 

publicado por turminhafabulosa às 13:32
Quarta-feira, 05 / 09 / 12

Novo ano letivo

    Olá meus queridos!

 

   É com muita alegria que vos dou a notícia que este ano serei novamente a vossa professora!! {#emotions_dlg.sarcastic}

 

 

     As aulas começarão no dia 14 de setembro, sexta-feira. Nesse dia, conheceremos as instalações da escola nova bem como algumas regras de funcionamento da mesma.

     Aproveitem estes últimos dias de férias para descansar e recordar as tabuadas, os algoritmos, o abecedário, as horas, ... entre muitas outras matérias do ano passado. (Poderão fazer uma revisão, dando uma vista de olhos nos manuais do 3º ano.)

     O 4º ano vai ser um ano de muuuuuuuuuiiiiiiiiiittttttttoooooo trabalho! Por isso, têm que vir fresquinhos e cheios de vontade de trabalhar! :) 

 

    Aos pais, a reunião será no dia 12 de setembro, quarta-feira, às 18h15min nas instalações da EB2/3. Atenção que não poderão faltar pois ser-vos-ão dadas informações muito importantes sobre o funcionamento da nova escola. Além disso, há assuntos relativos à turma e ao novo ano escolar sobre os quais terão de decidir e/ou tomar conhecimento.

     Mais informo que os manuais escolares deverão ser levantados pelos encarregados de educação na Câmara Municipal. Quem desejar subsídio de refeição também deverá dirigir-se à Câmara Municipal para fazer esse pedido, independentemente do escalão do abono de família. 

     Em breve, colocarei aqui a lista do material escolar. 

 

 

Cumprimentos, beijinhos e abraços para todos e até breve! {#emotions_dlg.happy}

publicado por turminhafabulosa às 19:23
Terça-feira, 31 / 07 / 12

Boas férias! :)

 

     Olá meninos!

 

     Como vão essas férias? Espero que estejam a divertir-se muito e a aproveitar bem estes dias para descansar e brincar! E claro, aproveitem os tempos livres para ler muito e aprender coisas novas! Vamos lá treinar as horas, o dinheiro, o cálculo mental, a resolução de problemas, ... todos os dias! 

  

 

     Beijinhos para todos {#emotions_dlg.kiss} e, como dizia o Raúl Solnado (que foi um ator e comediante português),

 

FAÇAM O FAVOR DE SER FELIZES!      {#emotions_dlg.blink}

publicado por turminhafabulosa às 13:20
Quarta-feira, 20 / 06 / 12

Um leitor é assim...

 

 

Achei interessante partilhar convosco...

Pois sei que nestes anos ajudei a formar bons leitores...

publicado por turminhafabulosa às 21:13
Terça-feira, 19 / 06 / 12

O 3º ano

No meu 3ª ano

            No 3ª ano eu gostei mais quando lemos a Dona Bruxa Gorducha, quando fomos ao S. Domingos fazer jogos e fazer a visita ao concelho. Aquilo que eu gostei menos foi quando a Professora de Inglês nos chamou a atenção.

            Com a Professora de Expressões, o mais importante para mim foi quando pintamos com aguarelas nuns desenhos para meter nas janelas que foi um desenho da primavera; com o professor de física, o mais importante foi o Sarau, e com a professora Sandra o mais importante foi fazer as fichas.

            Os meus amigos da turma são fantásticos.

            Para o próximo ano eu vou- me esforçar para conseguir tirar Muito Bom nas fichas.  

 

 

Ana Catarina

 

 

 

 

O meu melhor ano

A coisa que mais gostei no 3º ano foi do sarau que começou pelo Jardim de Infância e depois foi a Escola nº2 e assim podíamos ver lindas atuações!

No início do ano era o prof. Tozé e depois insistiram tanto para a professora voltar que acabou por voltar.

No S. Domingos fizemos rapel, andamos de moto 4, etc.

Gostei de fazer o trabalho dos perigos da exposição ao Sol.

Para o próximo ano quero aprender mais coisas novas!

 

 

Ana Isabel

 

 

 

 

O meu 3 ano

      O que eu gostei no 3º ano foi quando nós aprendemos a fazer as contas de dividir e de multiplicar. Também gostei quando nós fomos à exposição dos dinossauros, de aprender as bandeiras de cada freguesia, de ir à Quinta da Fisga, do sarau, do dia da criança, do magusto da escola, das férias da Páscoa porque fui a tocar o sino, de ir ao Pavilhão da Água, de trabalhar os livros “O tubarão na banheira” e “Graças e desgraças da corte de el-rei Tadinho Monarca iluminado do reino das cem janelas”.

O que eu gostei mais a inglês foi a família, a roupa e os desenhos.

O que eu gostei mais em expressões foi fazer caricaturas e dos desenhos das estações do ano.

Para o ano, eu gostava de aprender mais coisas de Língua Portuguesa.

 

 

Ana Matilde

 

 

 

 

No meu 3 ano

Eu gostei mais quando nós fomos ao Mundo dos Dinossauros, ao Pavilhão da Água, festejamos o carnava e do Dia das Crianças. Também gostei das Expressões, do Inglês e da Atividade Desportiva.

 As coisas mais importantes de aprender foi o corpo humano, a gastronomia, o artesanato e as festas tradicionais.

Os amigos da minha escola e da minha turma foram fixes mas o amigo mais fixe foi o Manuel.

No próximo ano vou trabalhar mais e gostei da nossa professora.

 

 

André

 

 

O meu 3º ano

            Eu gostei muito do sarau por causa das roupas e dos brilhantes. Adorei a visita de estudo ao Planetário, ao Pavilhão da Água e à Exposição dos Dinossauros, e de ir ao monte de S. Domingos fazer atividades.

Gosto muito da professora Sandra. Gostei de fazer o poema para a mãe. Adorei o dia da criança. Gostei de fazer o trabalho da capela de Escamarão. Também gostei de aprender novas coisas a Matemática, Estudo do Meio e Língua Portuguesa.

Gosto muito dos professores: Catarina, Elisabete e Nuno. Gostei de fazer as prendas do pai e da mãe na aula de Expressões, de fazer o livro da família e Tudo sobre Mim na aula de Inglês. Na Educação Física gostei mais dos jogos. Gostei dos jogos que fizemos na Páscoa.

            Algumas das coisas mais importantes foram aprender as frações, o corpo humano, o trabalho de grupo sobre animais, plantas, astros, …

            Os meus amigos da turma são engraçados, simpáticos e fixes. Os de toda a escola às vezes são maus, mas também são simpáticos.

            No próximo ano quero aprender coisas novas e gostava muito que a professora Sandra ficasse. Se não ficar que venha visitar-nos e mostrar-nos o seu bebé.

 

Beatriz

 

 

 

 

O meu 3º ano

             Este ano eu gostei mais de aprender o corpo humano porque aprendi os órgãos que nós temos no nosso corpo. Também gostei muito quando fizemos a nossa árvore genealógica.

            Eu gostei de tudo só não gostei quando tive um satisfaz a Estudo do Meio.

            As coisas mais importantes que eu aprendi foram o corpo humano e as fichas de avaliação etc.

No Inglês gostei mais de desenhar o monstro de Loch Ness, nas Expressões gostei de fazer os desenhos sobre as estações do ano, na atividade desportiva gostei de ensaiar para o sarau e também gostei do sarau porque gostei de levar a tábua com uma menina em cima.

            Eu gosto muito dos meus amigos e amigas. Às vezes chateamo-nos, mas é assim a vida, ser amigos e chatear-se! Mas não interessa porque nós desculpamo-nos logo e somos amigos, isso é o que interessa!

            Eu gostei do meu 3º ano com a minha professora Sandra!       

 

Emanuel

 

 

 

 

O meu 3º ano

            O meu 3º ano foi fixe. O que eu gostei mais foi de aprender os aparelhos do nosso corpo porque assim sei como o corpo funciona.

            Não gostei quando a professora ralhava connosco porque nós não trabalhávamos bem.

            As coisas mais importantes são: as horas, a evolução do homem, e as atividades económicas, …

            No Inglês gostei quando a professora Elisabete punha a música do pintinho piu e chamava meninos para dançar. Nas expressões gostei mais quando pintávamos com aguarelas.

            Eu tenho muitos amigos da escola e da turma. Às vezes chateamo-nos e por isso a professora Sandra chateava-se connosco, mas depois voltava tudo ao normal. Na nossa turma há uma banda que se chama «banda das seis bailarinas» e quem participa lá sou eu, a Catarina Duarte, a Maria, a Martita, a Marta Raquel e a Ana Catarina.

            No 4º ano gostaria de aprender mais coisas e nunca tirar Satisfaz.

 

 

Fabiana

           

 

 

 

O meu 3º ano

            No 3º ano eu gostei mais de fazer experiências com os solos e de fazer os “desportes radicais”, da “visita de estudo ao Planetário, ao Mundo dos Dinossauros e ao Pavilhão da água”.

            As coisas que eu achei mais importantes foram as atividades da agricultura, o corpo humano, as medidas de comprimento, e de ter estudado os astros.

            As coisas que eu fiz nas Atividades extra curriculares que mais gostei foram o sarau, pinturas e desenhos, o que me tornou num grande artista.

            Os amigos que eu gostei mais foram: o Hugo, o Ruben, o Pedro, a Maria, a Martita, a Fabiana, o Emanuel, o André, o Jorge, o Manuel, o João Pedro, o João Filipe, a Inês Regina, a Maria Inês e a Beatriz. Da turma do outro 3º ano foram o Gonçalo, o Pedro Lopes, o Fábio, a Maria Helena, a Margarida, o Francisco, o Jorge e o Eduardo.

            O que eu queria aprender no 4º ano era… bem, não sei porque eu não sei o que vai ter no 4º ano!

 

 

Guilherme

 

 

 

 Um 3º ano bom...

     Eu gostava de passar para o 4º ano.

     Eu gosto muito de desporto, inglês e expressões. Eu também gosto de futebol.

     Quando eu for para o 4º ano eu vou fazer tudo o que a professora disser e vou jogar à bola com os meus amigos.

     Boas férias.

 

Hugo

 

 

 

 

No meu 3ºano…

     Gostei de tudo principalmente do sarau porque foi uma magia incrível! Adorei aprender tudo, e tudo o que nós fizemos nas aulas foi muito fixe. Gostei dos trabalhos que andamos a fazer e de todas as visitas de estudo mas também gostei quando fomos ao São Domingos.

     Nas aulas de Inglês gostei mais de fazer o trabalho da casa, do monstro Look Ness,… Nas aulas de Expressões adorei as caricaturas, os trabalhos com lápis de cera, os desenhos para colocar na janela,… Nas aulas de Atividade Desportiva gostei de ensaiar para o sarau, aprender jogos novos,…

     As coisas mais importantes deste ano foram: ter estes amigos e amigas aqui nesta escola, ter estas professoras e professor, aprender novas coisas,…

      Os meus amigos da turma são simpáticos e muito amigos mas só sabem jogar futebol! As minhas amigas da turma são muito minhas amigas e brincam muito comigo!

      Os colegas e as colegas da escola são meus amigos mas eu não brinco muito com eles.

      Quando eu for para o 4º ano quero aprender a História de Portugal, a Pré-História e muitas mais coisas (Mas muitas não)!

 

 

Inês Regina

 

 

 

O meu 3º ano

            No 3º ano eu gostei mais de aprender o Corpo Humano, os números até mil, os animais e a árvore genealógica. Eu gostei da visita ao concelho e o Mundo dos Dinossauros. Nas expressões eu gostei dos desenhos de lápis de cera.

            Neste ano eu gostei menos de trabalhar no livro de inglês. Nas aulas, também não gostava de fazer alguns problemas no Conta Comigo.

            As coisas que eu achei mais importante foi o Corpo Humano, a Árvore Genealógica e fazer contas.

            Alguns colegas da turma e da escola são amigos e outros não são tão amigos.

            No próximo ano quero aprender a história de Portugal     

 

João Filipe

 

 

 

 

O 3 º ano

            O que eu gostei mais no 3 º ano foi o Corpo Humano e tabuadas.

            As coisas mais importantes que eu achei foram as indústrias, o Corpo Humano e as tabuadas.

            Todos os meninos da escola e da turma são amigos, menos o André Filipe do 2º ano.

            Eu gostei de todas as AECs porque os professores eram divertidos e simpáticos.

            Eu quero aprender no próximo ano os graus dos adjetivos, fazer e pintar desenhos.  

 

             

João Pedro

 

 

 

 

O meu 3º ano

             No 3º ano eu gostei mais de aprender, trabalhar, brincar, da caminhada da primavera, do Carnaval, de pintar com aguarelas, do dia da criança, do 6º sarau, das bandas desenhadas, de ensaiar para a festa de Natal, etc.

            As coisas mais importantes foram o estar com a professora a aprender, a trabalhar, a brincar, etc.

            Os amigos da escola e da turma são: simpáticos e brincalhões, mesmo muito brincalhões!

            No 4º ano eu gostava de aprender a história de Portugal, mais geometria, contas de dividir com dois algarismos, contas de 3 algarismos e de contar até 900 milhões.    

 

Jorge

 

 

 

 

 

O meu terceiro ano

Eu gostei mais do sarau, do carnaval, do S. João, da Física, do Inglês e de Expressões.

Eu gostei menos quando andava a deitar a língua de fora às professoras.

As coisas mais importantes foram ir à visita de estudo ver os dinossauros, de vermos o filme 3d e não devia ter gritado.

Os amigos de turma são engraçados e eu gostaria de brincar sempre com eles às apanhadinhas e escondidinhas.

Eu gostei da Física porque gostei dos jogos principalmente do cola e descola.

Eu gostei das Expressões porque quando nós íamos a apresentar os trabalhos, a professora Catarina confundia-nos e dizia aos alunos para não meterem o dedo no ar tínhamos que dançar e ela metia a música do pintinho-piu.

Eu gostei do Inglês porque gostei de aprender a dizer as cores.

Eu queria passar para o próximo ano.

 

Madalena

 

 

 

 

Do terceiro ano ao quarto ano

            Durante o terceiro ano o que mais gostei foi de todas as visitas de estudo, de aprender os monumentos, o significado das cores da Bandeira Nacional. Gostei de quase toda a matéria que demos em Estudo do Meio.

Gostei menos da visita ao Pavilhão da Água.

            O que achei mais importante em Estudo do Meio foi o corpo humano e as atividades económicas. Em Língua Portuguesa, identificar nomes, verbos, adjetivos, pronomes e determinantes. Em Matemática as frações e as unidades de medida.

Em Inglês o que mais gostei foi de fazer os trabalhos em que nos era dado um tema e tínhamos que fazer algo sobre ele. Em expressões gostei muito de fazer os trabalhos de grupo. Em Educação física adorei as atividades que realizamos para o Sarau.

No meu terceiro ano adorei fazer novos amigos. Em Castelo de Paiva não tinha amigos, eu vivia no Algarve e vim para cá viver e estudar. Só este ano é que fiz estes amigos. Gosto mais de oito amigos que são: André, Emanuel, João Filipe, Hugo, Rúben, Pedro, Tomás e Jorge. E de quatro amigas que são: Sara, Beatriz, Marta Raquel e Inês Regina.

            No quarto ano eu gostava de aprender a história de Portugal e em  expressões, gostava de pintar melhor.

            Gosto de todos os professores como gosto dos amigos.

 

Manuel

                          

 

 

 

O meu 3ºano

            No meu 3º ano tenho vinte e quatro amigos e uma professora. A nossa professora é muito, mas muito nossa amiga.

            O que eu gostei mais foi o nosso sarau. O mais importante foi quando eu tirava boas notas.

            No 3ºano, nós somos todos amigos.

            Eu gostei de tudo e não houve nada que eu gostasse menos.

            No próximo ano quero aprender como se medem os ângulos. Mas eu não quero mudar de escola porque aqui nesta escola dá para pôr música e nas outras não.

            O que eu preferia era não mudar de professora.

 

 

Maria Ângela  

 

 

 

 

O 3º ano

            No 3º ano o que eu gostei mais foi do Dia da Criança, quando fomos ao Monte de São Domingos, dos vídeos do Corpo Humano, entre outras atividades.

            As coisas importantes foram quando estivemos a dar o Corpo Humano, algumas coisas de Matemática e Língua Portuguesa.

            Sobre os amigos de turma, às vezes dou-me bem, outras vezes não, depende. Sobre os amigos da escola, na minha verdade, normalmente brinco com os meus colegas de turma porque passo mais tempo com eles.

            Na aula de Expressões o que eu gostei de fazer mais foram os desenhos com lápis de cera; na aula de Inglês foi o trabalho de grupo da casa; e na Educação Física foi de treinarmos para o sarau.

            No próximo ano, ou seja, no 4º ano gostava de aprender mais coisas novas.

 

 

Maria Inês

 

 

 

O meu 3º ano

     Eu gostei mais do Sarau, de todas as atividades das AECs e da professora Sandra.

     Também gostei de aprender coisas novas que a professora Sandra ensinou.

     Gostei de todas as visitas de estudo que fizemos na Cidade do Porto, onde fomos ao pavilhão da água, ao mundo dos dinossauros, ao planetário e ao parque da cidade, da visita às freguesias do nosso concelho, à biblioteca, da caminhada ao S. Domingos.

     Não gostei nada das guerras que houve entre a nossa turma, o mais importante é que já não haverá mais confusões e vamos todos ser amigos sem discussões.

     Eu gosto de todos vocês

 

Marta Moreira da Silva

 

 

 

 

O 3º ano

             No 3º ano eu gostei de tudo não havendo nada de que eu não gostasse. Mas as coisas que eu mais gostei foram: as visitas de estudo, o dia da criança, o sarau, a visita ao concelho, os textos que fizemos, entre outros.

            Neste ano aprendi muitas coisas e foi tudo muito importante. As coisas que eu mais gostei de aprender foram: o ciclo da água, o corpo humano, as indústrias, etc… A minha disciplina preferida é o Estudo do Meio porque lá aprendemos muitas coisas novas e difíceis.

            Nas aulas de Inglês eu adorei fazer a casa com as suas divisões, gostei de fazer o trabalho do “monstro the Loc Ness “ mais conhecido como “ Nessie”. Nas aulas de Expressões adorei fazer as nossas caricaturas, os trabalhos de lápis de cera, dos trabalhos com as estações do ano, etc. Na física gostei de fazer o sarau, jogarmos ao rato e ao gato, à muralha da china, entre outros.

            Todos os meus amigos são muito simpáticos, chateamo-nos mas fazemos sempre as pazes.

            No próximo ano eu quero aprender tudo sobre a história de Portugal como por exemplo: como D. Afonso Henriques conquistou Portugal, como se chamou o seu filho e tenho muitas mais perguntas para o próximo ano!

 

 

Marta Raquel

                           

 

 

 

O 3º ano

            O que eu gostei mais no 3º ano foi de fazer trabalhos de grupo, gostei do sarau, do almoço na ADEP, do dia da criança, da caminhada da primavera, da visita à quinta da Boavista e da Fisga, da visita de estudo ao Porto e de aprender a multiplicar por 100 e por 1000.

            O mais importante de aprender foi fazer um trabalho de lápis de cera, aprender a fazer textos, problemas com dinheiro, etc.

            Os meus melhores amigos são: o João Pedro, João Filipe, o Emanuel, o Tomás, o Jorge, o Manuel e o Rúben porque foram os que foram sempre meus amigos.

            No próximo ano eu gostava de aprender números a passar do milhar e quero fazer uma visita de estudo ao Oceanário.

            Eu gostava de aprender mais palavras em Inglês e de fazer mais desenhos em expressões.    

 

           

                                                                                                                                                                                             Pedro

 

 

 

 

Do terceiro ao quarto ano

O que eu gostei mais no 3º ano foi de ir ao mundo dos Dinossauros, de andar de carroça na ADEP e estudar os planetas com a professora Sandra, de pintar com aguarelas nas Expressões e de fazer as divisões da casa no Inglês.

O que eu gostei menos foi de ir às Janeiras porque foi cansativo.

No quarto ano quero ir ao Sea Life.

 

 

Ruben

 

 

 

 

O meu terceiro ano

            Eu gostei mais de ir ao S. Domingo fazer os jogos.

            Eu gostei menos quando a professora me chamou à atenção.

            As coisas mais importantes que aprendi foram não nos expormos ao Sol entre as doze e as dezasseis horas, não beber álcool, não fumar e não fazer drogas.

            Os amigos de turma são simpáticos e carinhosos e os da escola, alguns amigos e outros mauzinhos.

            No próximo ano quero que tenhamos a mesma professora.

 

 

Sara

 

 

 

 

O 3º ano para mim

            Eu gostei mais de andar de carroça na Adep, das atividades da rota do românico, das experiências na Secundária e do Sarau.

            Gostei menos de dar erros nas palavras e de não conseguir acabar as fichas a tempo.

            Achei mais importante a Língua Portuguesa porque eu dou muitos erros nas palavras.

            Os meus melhores amigos são o Ruben, o Pedro, o Manel, o André, o Hugo, o João Pedro, o Jorge, o Álvaro, o Guilherme e o Emanuel, e também gosto de todas as meninas.

            No próximo ano quero fazer mais experiências. 

 

 

 Tomás                             

publicado por turminhafabulosa às 16:25
Quinta-feira, 14 / 06 / 12

Sarau Desportivo 2012

      Na passada sexta-feira realizou-se o sarau desportivo. A Turminha Fabulosa dançou e brilhou numa noite de magia!

 

Aqui ficam algumas fotos cedidas pela Martita...

 

 

 

 

 

 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parabéns pelo lindo espetáculo! Foi mágico! :)

publicado por turminhafabulosa às 19:37
Terça-feira, 08 / 05 / 12

Dia da Mãe

Para as melhores mães do mundo...

 

 

És bela com os teus olhos a brilhar

És linda como as ondas do mar

És fofinha com um gatinho

És docinha como um caramelo

Tu és trabalhara como um formiga.

 

És inteligente como uma doutora

És corajosa como uma leoa

Tu és linda como uma princesa

És  curiosa como uma fada madrinha

És maravilhosa como um anel precioso.                                                                     

 

Ana Catarina

 

 

 

 

Mãe és magnífica como o pôr do Sol

És linda como uma rosa

És corajosa como uma leoa

És  brilhante como o rubi

És bela como uma supermodelo

 

És inteligente como uma doutora

Na cozinha pareces mágica

És amorosa como um gatinho

És poderosa como uma rainha

És forte como as ondas do mar!

 

Ana Isabel

 

 

 

 

 

És simpática como um golfinho

És linda como uma rosa.

És magnífica como o pôr do Sol

És rápida como uma chita.

 

És brilhante como uma pérola

És humilde como os passarinhos

És mágica como as fadas

És forte como as ondas do mar

 Matilde

 

 

 

 

 

És corajosa como uma leoa,

És doce como uma cereja,

És bonita como um malmequer,

És linda como uma rainha,

És forte como o mar.

 

Mãe és maravilhosa como uma princesa,

És poderosa como uma catarata,

És inteligente como uma doutora,

És linda como uma imperatriz,

És querida como uma fada boa.

André

 

 

 

 

 

Mãe, és brilhante como luar

És corajosa como uma leoa

És bela como uma rosa.

És maravilhosa como um arco-íris

És inteligente como uma cientista.

 

És doce como um gelado

És criativa como uma artista

És magnífica como o pôr do Sol.

És simpática como uma fada

És poderosa como uma deusa!

 

Beatriz

 

 

 

 

 

Mãe és preciosa como uma pérola,

És tão magnífica como o pôr do Sol.

Os teus olhos são doces como o mel,

És brilhante como uma super estrela.

És a pedra do meu anel.

 

Mãe és tão corajosa como uma leoa,

És tão simpática como uma fada.

És boa cozinheira como o Ratatui,

Os teus olhos brilham como as estrelas.

És bela e poderosa como uma rainha!

 

Catarina Duarte

 

 

 

 

 

Mãe és tão fofa como um gatinho,

Mãe és tão inteligente como um cientista,

És corajosa como uma leoa

És colorida como o arco-íris

És linda como o sol a brilhar.

 

Mãe és tão forte como as ondas do mar,

 És querida como um cachorrinho,

Mãe és simpática como as fadas

És fabulosa como uma estilista

És magnífica como as estelas do céu.

 

Emanuel

 

 

 

 

 

Mãe és brilhante como uma estrela

És calma como as ondas do mar

És fabulosa como uma atriz

És simpática como uma fada boa

És preciosa como um diamante.

 

Mãe és linda como uma margarida

Mãe cantas como um rouxinol

És curiosa como uma cientista

És colorida como um jardim florido

És poderosa como uma rainha!

Fabiana

 

 

 

Mãe és preciosa como um rubi

És mais bonita do que as flores

És suave como uma pétala

Os teus olhos são brilhantes

És uma flor colorida e bela

 

És linda como o pôr do Sol

És magnífica como as cataratas

És fofa como um gatinho

És corajosa como uma leoa

És doce como o morango!

 

Guilherme

 

 

 

Mãe tu és linda

Tu dás-me tudo:

Vida, carinho, amor, amizade

Vou estudar bem e passar de ano

Para que sejas feliz!

 

                                                                                                                      Hugo

 

 

 

 

 

 

Adoro-te como Deus nos adora a nós.

Brilhas como o luar                                          

Cantas como um passarinho

És corajosa como a leoa.

És a mais bela de todas as flores!

 

És fresca como a água

És mágica como uma fada

És magnífica como uma estrela cadente

És criativa como uma artista

És o arco-íris da minha vida!

 

Inês Regina

 

 

 

 

 

Mãe tu és doce como um morango                               

Tu és linda como uma rosa

 És criativa como uma inventora

  És magnífica como o pôr-do-sol   

 És corajosa como uma guerreira.                     

 

És humilde como um cachorrinho

Tu és bela como uma rainha

És querida como todas as mães

És curiosa como um cientista

És amorosa como um gatinho.

                                                                                               João Filipe

 

 

 

 

 

És magnífica como o pôr-do-Sol,

És bondosa como uma fada madrinha,

És rápida como uma chita,

És corajosa como uma leoa,

És inteligente como uma cientista.

 

És trabalhadora como uma formiga,

És fofinha como um gato,

És simpática como a fada,

És poderosa como uma rainha,

Cheiras bem como uma rosa!

                                                                                                          João Pedro

 

 

 

 

 

És linda como uma princesa

És forte como uma leoa

És fofa como um gatinho

És corajosa como uma guerreira

És inteligente como uma doutora

 

És rápida como uma chita

És magnífica como o Sol

És maravilhosa como o mar

És simpática como uma fada

És bela como uma rainha.

 

Jorge

 

 

 

 

 

És fofinha como um gatinho

És maravilhosa como o por do sol

És doce como o mel

És magnífica como as fadas

És linda como uma perola.

 

És fabulosa como uma fada madrinha

És amorosa como as estrelas

És inteligente como uma doutora

És bela coo uma flor

És corajosa como uma leoa

Madalena

 

 

 

 

 

És forte como um tigre

És linda como o arco-íris

Os teus olhos são doces como o mel

És fofa como um gatinho

És brilhante como o diamante de um anel.

 

És bela como o pôr do Sol

És poderosa como as cascatas

És corajosa como uma guerreira

És fabulosa como uma estrela de cinema

És gloriosa como uma Deusa.

 

Manuel

 

 

 

 

 

Mãe és doce como uma cereja

És linda como um diamante

És fabulosa como as artistas

És inteligente como uma cientista

E és poderosa como a leoa.

 

Mãe és linda como as sereias

És carinhosa como os cachorrinhos

Tens coragem como as heroínas

És trabalhadora como as formigas

Brilhas como uma pérola.

 

Maria Ângela

 

 

 

 

            Mãe és tão doce como um gelado.

            Os teus olhos brilham como um rubi,

            Brilhas como as estrelas do céu,

            És tão fofa como a gatinha,

            És humilde como uma fada madrinha.

 

            És amiga como uma fada,

            Cheiras bem como uma rosa,

            És forte como as cataratas.

            És corajosa como uma leoa,

            E és magnífica como o pôr-do-Sol.

 

Maria Inês

 

 

 

           

 

Mãe és linda como uma rosa

És doce como um gelado

O teu olhar é forte como o mar

És fofa como um gatinho

A caminhar pareces que andas a bailar!

 

Mãe és bela como uma princesa

És fabulosa como o pôr do Sol

És brilhante como a lua

És forte como uma cascata

És inteligente como uma doutora !!!! JJJ

Marta Silva

 

 

 

 

 

 

            Mãe brilhas como a luz do Sol

            És preciosa como as jóias do mundo

            Cheiras tão bem como as flores

            És tão doce como o açúcar

            És tão bela como um arco-íris de mil cores.

 

            Os teus olhos brilham como pérolas

            És trabalhadora como uma leoa

            És bondosa como uma fada madrinha

            És magnífica como o pôr do Sol

            És corajosa como uma rainha!

 

Marta Raquel

 

 

 

 

 

És linda como uma rosa

És fofinha como um gatinho

És  inteligente como uma doutora

És corajosa como uma leoa

És doce como uma cereja.

           

És criativa como uma inventora

És fabulosa  como uma estela de cinema

És  amiga como uma fada

És magnífica como o pôr do Sol

És amável como só as mães sabem ser.   

 

                                                                                                          Pedro

 

 

 

 

Minha mãe és carinhosa

És fofa como uma gatinha

Linda como uma princesa

Os teus cabelos brilham como o Sol

E os teus olhos são bonitos como a água.

 

Cozinhas como um cozinheiro de verdade

Ficas orgulhosa quando tiro boas notas

És forte como uma leoa

És amiga e simpática para mim

És muito amorosa como uma rosa!

 

Rúben

 

 

 

 

 

Mãe tu és fofa como os gatinhos

Quando sorris pareces uma princesa

O teu olhar é brilhante como a pérola

Tu és colorida como o arco-íris

És doce como o morango.

 

És inteligente como uma cientista

És trabalhadora como a formiga

Tens amizade como as fadas

És bela como as borboletas.

 

Sara

 

 

 

 

És tão linda como umo borboleta

Os teus olhos são verdes como as folhas das palmeiras

És trabalhadora como uma formiga

Proteges -me sempre como uma leoa

És inteligente como uma doutora

 

És inteligente como um computador

És rápida como uma chita 

Na cozinha ser magica

És poderosa como uma catarata

És mais linda do que as ondas do mar.

 

Tomás

 

 

publicado por turminhafabulosa às 10:03
Segunda-feira, 19 / 03 / 12

Caminhada a S. Domingos

    Hoje os alunos da nossa escola fizeram uma caminhada até ao Monte de S. Domingos e lá tiveram a oportunidade de fazer vários jogos tradicionais e algumas atividades radicais!

 

    Aqui ficam algumas fotos...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 21:29
Quinta-feira, 15 / 03 / 12

Encontro com... Anabela Mimoso

     Ontem a nossa turma foi à Biblioteca Municipal participar num encontro com a escritora Anabela Mimoso.

     Fizemos algumas perguntas e conversamos sobre o tema "Quero ser escritor...". A escritora falou-nos sobre os seus livros, a sua vida, as suas inspirações, ... e deu-nos alguns conselhos. Aprendemos que as coisas que valem a pena são difíceis de fazer mas dão-nos mais gozo e que não podemos ficar à espera que o que queremos venha ter connosco, mas temos de lutar e nos esforçar para as conseguir atingir, tal como a Dona Bruxa Gorducha.

      Depois, uns contadores de estórias contaram-nos a história da Dona Bruxa Gorducha. Foi muito divertido!

      No final, alguns meninos compraram livros da escritora e pediram-lhe um autógrafo.  

      Nós gostamos muito deste encontro com a escritora Anabela Mimoso. Os seus livros são muito divertidos. Recomendamos "As férias do caracol" e a "Dona Bruxa Gorducha".

      

 

 

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 22:31
Quarta-feira, 29 / 02 / 12

Visita de estudo

Aqui ficam algumas fotos da visita de estudo. Em breve haverá também textos...

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
publicado por turminhafabulosa às 21:32
Segunda-feira, 27 / 02 / 12

Gostos e preferências dos alunos da EB1 N.º 2 de Castelo de Paiva

     Nas últimas aulas estivemos a trabalhar Organização e Tratamento de Dados. Neste tema decidimos recolher informações sobre os gostos e preferências dos alunos da nossa escola.

     Primeiro fizemos um inquérito e aplicamo-lo em todas as turmas. Depois, em grupos de trabalho, fizemos o registo dos dados em tabelas de frequência, fizemos gráficos em papel quadriculado e no Excell e também elaboramos pictogramas.

    

     Aqui ficam os gráficos feitos em Excell para todos saberem mais sobre os alunos da nossa escola.

 

 

 

Qual é a tua cor preferida?

 

 
 
 
 
Qual é o teu animal favorito?
 
 
 
 
 
 Qual é o teu fruto preferido?
 
 
 

 

 

Qual é o teu passatempo preferido?

 

 
 
 
 
 
Qual é o teu desporto preferido?
 
 

 

 

 

 

Quais os teus jogos preferidos?

 

 

 

 

 

 

Qual é a tua disciplina preferida?

 

 
 
 
 
Qual a profissão que queres ter no futuro?
 
publicado por turminhafabulosa às 14:03
Sexta-feira, 24 / 02 / 12

O Corpo Humano

Título: Corpo Humano

Coleção: Mundo Fantástico

Autor: Caroline Bingham

Editora: DK

 

tags:
publicado por turminhafabulosa às 11:14
Sexta-feira, 17 / 02 / 12

A menina que sorria a dormir

Título: A menina que sorria a dormir

Autor: Isabel Zambujal

Ilustrador: Helena Nogueira

Editora: Oficina do Livro

 

A Menina que Sorria a Dormir

tags:
publicado por turminhafabulosa às 21:05
Sexta-feira, 17 / 02 / 12

Carnaval

Aqui ficam algumas fotos do nosso desfile!

O sol apareceu para nos aquecer!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 14:18
Sexta-feira, 17 / 02 / 12

Experiências no laboratório - Rochas

     Na quinta-feira voltamos ao laboratório para aprender mais sobre rochas: caraterizar a sua cor e a sua dureza, descobrir alguns aspectos particulares da sua constituição e identificar a sua utilidade.

 

 

 

 

 

 
 
 
 
Mais uma vez obrigado à professora Paula por nos ter ensinado coisas novas!
 
publicado por turminhafabulosa às 13:18
Domingo, 12 / 02 / 12

Experiências no laboratório - Solos

     Na passada quinta-feira fomos ao laboratório da Escola Secundária fazer experiências sobre solos com a professora Paula. Foi muito divertido e aprendemos muitas coisas! Aqui ficam algumas das nossas brilhantes conclusões!

    

     Começamos por ver e mexer em diferentes tipos de solos e de rochas.

    O solo é a terra que nós pisamos e onde vivem alguns seres vivos. É constituído por areia, pedacinhos de rochas e restos de plantas e de animais em decomposição, a que chamamos húmus. Assim, aprendemos que é constituído por matéria mineral (areia e rochas) e por matéria orgânica (restos de seres vivos).

     O solo forma-se com a acumulação de pedacinhos de pedras que se soltam por causa da ação do vento, da chuva, da neve, da geada, das variações de temperatura (calor e frio), dos rios, ... A este processo chamamos erosão.

 

 
 
 
     Na atividade 2 descobrimos que o solo também tem ar porque vimos as bolhinhas de ar a aparecer. 
 
 
    
 
E também tem água pois quando aquecemos o gobelé com o solo, começou a formar-se vapor de água nas paredes do gobelé e no vidro de relógio que colocamos por cima.
     Quando arrefeceu, choveu! 

 

 
 
 
 
     Na atividade 3 estudamos a permeabilidade dos solos. Colocamos dois funis com amostras de solos (um arenoso e outro argiloso) e um bocadinho de algodão, por cima de uma proveta. Ao deitarmos água, descobrimos que o solo que deixa passar a água mais facilmente é o solo arenoso, por isso, a areia é mais permeável que a argila.
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
 
 
      Na atividade 4 experimentamos a textura dos solos. Tínhamos dois tabuleiros com amostras de diferentes solos e ao mexermos neles descobrimos que um dos solos tinha partículas maiores e o outro tinha partículas mais pequenas e fininhas. Por isso, a textura de um era mais macia que a do outro.
 
      Na atividade 5, havia um gobelé grande onde conseguimos observar as diversas camadas de solo: no fundo acumularam-se as partículas mais pesadas e densas e em cima, ficaram a flutuar algumas partículas muito leves e fininhas. Também conseguimos identificar o húmus (matéria orgânica transformada) porque era a camada mais escura!
     Para fazermos esta experiência em casa podemos usar um garrafão de plástico; recolher amostras de diferentes solos e misturá-las todas dentro do garrafão. Depois, temos de esperar alguns dias e, sem mexer o recipiente, observar as diferentes camadas!
 
     No final, ainda discutimos a importância dos solos e concluímos que o solo é muito importante para a vida do Homem pois é onde existem as plantas que são essenciais (muito importantes) para a alimentação dos animais e do Homem. Ele retira alimentos do solo, mas também se alimenta dos animais que se alimentam do solo!
 
     
     Nós adoramos ir ao laboratório! Queremos agradecer à professora Paula que nos recebeu muito bem e nos ensinou muitas coisas!
     Obrigada e até para a semana!
 
 
publicado por turminhafabulosa às 17:49
Quarta-feira, 08 / 02 / 12

A Menina do Capuchinho Vermelho do Século XXI

Título: A Menina do Capuchinho Vermelho do Século XXI

Autor: Luísa Ducla Soares

Ilustrador: Helena Simas

Editora: Civilização

 

 

Toda a gente conhece a estória do Capuchinho Vermelho... Mas como será a nossa menina no século XXI???

 

tags:
publicado por turminhafabulosa às 22:19
Segunda-feira, 06 / 02 / 12

Rota do Românico - 2ª sessão

      Na passada quinta-feira recebemos novamente a visita da Carla da Rota do Românico.

      Desta vez aprendemos o que são pinturas a fresco e como se fazem. A Carla até nos mostrou uma experiência com a cal que ficou muito quente quando misturada com água! Foi muito giro!

      DE seguida decalcamos um desenho que na próxima sessão iremos transformar num fresco! Até dia 24! :)

     

       Em breve também teremos algumas fotos!

 

publicado por turminhafabulosa às 22:35
Terça-feira, 31 / 01 / 12

A minha vida no inverno

            O inverno é a estação do ano mais fria.

            Para sair de casa, eu tenho de vestir peças de roupa mais quentes: camisolas de lã, camisola interior, calças de bombazina, cachecóis, luvas, botas de água, gorro e kispo.

            Há muitos dias que temos de levar o guarda-chuva, outros dias está muita neve e é perigoso andar de carro.

            Nesta altura costumo apanhar uma gripe por causa do frio.

Gosto do inverno porque costumo ir à Serra da Estrela.

            Durante a semana vou para a escola e vou ao treino de futebol quando há, se não venho logo para casa para não apanhar frio e já é noite. Os dias são curtos. Ao fim de semana estou por casa a brincar.  

 

João Pedro

 

 

 

           A minha vida no inverno é boa. Estou em casa a ver televisão e a aquecer-me no recuperador. Às vezes vou jogar na PSP2, na PSP e no Magalhães.

Quando há neve, vou fazer bonecos de neve e também atirar bolas de neve ao meu Pai.

            Nos dias de chuva ou temporal, fico na cama. À noite vejo o “Ganha num Minuto” (mas é só aos domingos), “Gosto Disto”, futebol e “Rosa Fogo”.

            As noites estão sempre frias por isso a minha mãe e o meu pai metem água a ferver na botija e cobertores muito quentinhos na cama.

 

Ruben

 

 

 

            A minha vida começa assim: de segunda a sexta tenho aulas e no sábado e no domingo estudo, faço os trabalhos de casa e brinco com os meus primos e primas.

            Nas férias de Natal fui comprar camisolas, casacos, calças, cachecóis, luvas, gorros, pijamas, cuecas, meias, sapatos, uma touca para a piscina, óculos para a piscina, etc.

            A minha mãe acendeu-me o lume .

            Algumas vezes vou às minhas avós paterna e materna, outras vezes vou aos meus tios e aos meus padrinhos.

            Festejo o Natal. Este ano recebi uma dúzia de brinquedos.   

 

Sara

 

 

 

         A minha vida no inverno é muito fria.

         Quando eu vou tomar banho, saio a bater os dentes.

         Um dia, eu fui à janela e vi que a roupa da minha mãe e a minha roupa preferida estavam no meio do chão e algumas estavam penduradas nos ramos das árvores. Foi pena que estava a chover e então as roupas ficaram todas molhadas.

Passados alguns dias, o temporal já tinha melhorado e por isso eu fui lá para fora com o meu irmão Pedro Miguel para ver onde é que estavam as roupas e para ver se estavam secas. Mesmo nesse dia, ia a pé com o meu irmão, mas de repente começou uma ventania. Como ainda estávamos perto de casa demos uma corrida. 

 

Maria Inês

 

 

  

            Para mim o inverno começa quando o meu pai traz lenha para acender a lareira e ligamos os aquecedores.

            Quando eu saio de casa para ir ao treino calço umas luvas porque está frio.

            Quando começa a cair neve, eu, o Paulo, o meu pai e o José fazemos um boneco de neve. Num dia de inverno, eu e o Paulo tiramos a neve do caminho.

            Um dia de manhã, o meu pai tentou meter a carrinha na garagem só que não conseguiu porque tinha muita neve. Então o meu pai meteu pedras para a carrinha não escorregar.

            Outras vezes fico com a minha avó a ver televisão.          

 

Jorge

 

 

 

            Quando chega o inverno o frio aparece e eu visto roupa mais quente como por exemplo: roupa de lã, calças com pelos, sapatos mais quentes, luvas e gorros.

            Na escola, quando é hora de ir para o intervalo, já há geada no campo e eu visto sempre o casaco.

            Quando eu chego a casa, a minha mãe põe a lenha na lareira para eu me aquecer. Depois são horas de ir para a cama. Também uso pijamas mais quentes como por exemplo: a camisola e as calças cheias de pêlos e meias até ao joelho. Depois deito-me na cama que tem cinco cobertores.

            Ao fim de semana brinco com a minha irmã às professoras, às bonecas, às mães, às filhas, aos pais, às escondidinhas, às cozinheiras, às lojinhas, às médicas, etc…

            Quando eu vou passear, as folhas já voam pelo ar e já chove muito.

            Chegou o inverno! 

 

            Maria Ângela

                       

 

 

 

            A minha vida no inverno é muito divertida porque eu e a minha irmã vamos para a neve fazer anjos e bonecos de neve.

            Ao almoço, eu e a minha mãe cozinhamos batatas cozidas e bifes.

            À noite eu ponho a dar um filme para todos verem.

            Quando vamos para a cama, eu vou para a da minha irmã para contarmos anedotas.

            No inverno eu visto: três camisolas, um casaco quente, umas calças, umas botas, um cachecol e um gorro.

 

Guilherme

 

 

 

 

        No inverno eu fico em casa à beira da salamandra. Está bastante frio por isso quando saio da escola, vou para casa e faço os trabalhos.       

        Depois, visto o pijama e vejo o programa na SIC com a minha mãe e a minha irmã e, às vezes, o meu pai.

        Quando adormeço no sofá, o meu pai leva-me para a cama e aconchega-me o lençol.

        Começa um novo dia e repito o mesmo do anterior. No inverno as noites são longas e os dias pequenos . Visto roupas quentes.

 

Tomás

 

 

 

            A minha vida no inverno é muito fria e chuvosa.

            Quando chega o inverno, eu fico sempre à espera que neve. Nos últimos invernos, nunca nevou e eu só fico à espera disso. Quando eu tinha 6 anos eu vi pela primeira vez neve e espero ver muitas vezes.

            Bem, voltando ao tema, no inverno costumo vestir roupas mais quentes. Festejo o Natal, o Ano Novo, o dia de Reis e alguns aniversários.

            Quando chego a casa a minha mãe vai buscar lenha para fazer a fogueira e eu vou ligar o aquecimento.

            Na escola quando está a chover a professora deixa-nos ficar dentro da sala mas quando está bom tempo podemos ir lá para fora, correr, brincar, saltar fazer as brincadeiras que quisermos.

            Quando chego a casa, eu tiro o kispo mas como sinto frio, visto-o outra vez.

             Resumindo adoro o inverno!!!!!!!!! 

 

Marta Raquel

 

 

 

 

            Quando chega o inverno eu uso roupas mais quentes.

            Nos dias de escola, às vezes o carro dos meus pais tem o vidro congelado e a minha mãe tem de lhe deitar água.

            Na escola, na hora do intervalo, às vezes está frio e tenho de vestir o meu casaco.

            Mal entro em casa vou para o pé da lareira, aquecer-me.

            Depois de jantar eu e o meu irmão brincamos um bocadinho. De seguida eu e o Afonso vamos para a cama dormir.

            No dia seguinte é sempre a mesma coisa até chegar a primavera.

 

Beatriz

 

 

 

 

          A minha vida no inverno costuma ser boa. Acendo o fogão de lenha na cozinha, os aquecedores nos quartos e visto-me com roupas quentes.

         À noite vou tomar banho, depois vou comer e a seguir vou dormir.

         Ajudo o meu pai a trazer lenha e a meter no cesto.

        A minha mãe mete cobertores, lençóis e mantas quentes na cama para nós ficarmos quentes e não termos frio.

        Quando cai neve eu vou lá para fora fazer um boneco de neve para enfeitar a casa.

         Eu gosto muito do inverno para fazer bonecos de neve, saltar para cima da neve e atirar bolas de neve aos familiares e amigos.

                                                                                                                      Emanuel

 

 

 

 

 

            A minha vida no inverno não é lá grande coisa. No inverno não costuma nevar na minha terra.

            A minha mãe anda de carro e vai muito devagar por causa da geada. De manhã o meu carro fica com gelo e a minha mãe põe água fria para tirar o gelo.

            No inverno durmo mais mas tenho que acordar cedo. As noites ficam mais longas e os dias ficam mais curtos.

            Quando está a nevar eu faço: um boneco de neve, um anjo e atiro bolas de neve às minhas primas.

            A minha mãe faz um pouco de chocolate quente que é uma delícia.

 

Fabiana

 

 

 

 

          A minha vida no inverno é alegre mas às vezes também é triste porque eu não posso andar de bicicleta.

          Eu gosto mais quando o meu pai acende a salamandra quando eu chego da escola. Eu adoro quando vou para a cama, tenho roupa quente e os cobertores quentes.

          Eu adoro ir às serras quando está neve porque posso fazer um boneco de neve. Gosto de brincar com o meu pai, a minha mãe e a minha irmã na neve.

          O meu primo às vezes faz um telefone com dois copos de iogurte e com um fio.

          Às vezes vou à minha avó de Bairros.

          No inverno eu ajudo o meu avô a apanhar as folhas. 

 

João Filipe

 

 

 

 

            A minha vida no inverno é como nas outras estações.

            Quando está a chover, vou brincar para as poças.

            Às vezes, no inverno, durmo o dia todo. Outras vezes, vamos passear, jantar fora, e comprar coisas novas.

            No fim das compras, voltamos para casa para vermos um filme, comer pipocas e beber sumo, embrulhadinhos nos cobertores e todos juntinhos.

 

Marta Silva

 

 

 

            A minha vida no inverno é boa.

            As noites são mais longas, os dias mais curtos e por isso já posso dormir mais.

            Vou brincar na neve com os meus primos.

            Acendo a lareira e a caldeira para aquecer a casa. 

            Acontecem duas festas muito divertidas que são o Natal e o Ano Novo.

            Une-se a família toda à volta da lareira.

            Eu adoro o inverno com tudo o que ele tem.

            Para mim o inverno é a minha segunda estação do ano preferida.

 

Manuel

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 21:38
Quinta-feira, 26 / 01 / 12

Destrava Línguas

Título: Destrava Línguas

Autor: Luísa Ducla Soares

Ilustrador: Susana Oliveira

Editora: Livros Horizonte

 

 

Vamos ver quem consegue ler e memorizar, sem se atrapalhar!

publicado por turminhafabulosa às 21:22
Quinta-feira, 26 / 01 / 12

Piadas Monstruosas

Título: Piadas Monstruosas

Autor: Fabrice Lelarge

Ilustrador: François Ruyer

Editora: Civilização Editora

 

 

Um livro cheio de anedotas monstruosas e aterradoras para monstrinhos pequeninos e graúdos.

tags:
publicado por turminhafabulosa às 21:22
Quinta-feira, 26 / 01 / 12

O Livro da Datas

Autor: Luísa Ducla Soares

Ilustrador: Maria João Lopes

Editora: Civilização Editora

 

 

 

Em todos os dias do ano, ao longo dos tempos, aconteceram imensas, imensas coisas. Algumas modificaram o mundo, outras fazem parte da história, da religião, da tradição. Há datas que é costume festejar, não em privado, mas em sociedade. (...)

Luísa Ducla Soares fala-nos de algumas datas importantes ao longo do ano. Para cada uma escreveu uma pequena história e uma explicação muito breve do seu significado.

 

in contracapa do livro

publicado por turminhafabulosa às 21:22
Segunda-feira, 16 / 01 / 12

Cantar as Janeiras

     Os alunos da N.º 2 puseram as suas coroas, afinaram as suas vozes e foram desejar um Bom Ano a algumas instituições no centro de Castelo de Paiva.

     Quem os ouviu disse que cantaram muito bem!

 

 Aqui ficam algumas fotos:

  

 
No Jardim de Infância de S. Geão

    

 

 

 
No Lar de Idosos onde a professora reencontrou uma tia que já não via há muitos anos! :)
 

 

 

 
No CAO
 

 

 

 
No Centro Social e Paroquial de Sobrado
 

 

 

 
Na Câmara Municipal
 

 

 

 
Na EB1 N.º 1
 

 

 

 
Nos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva
 
 
Depois voltamos para a escola a comer os rebuçados e as chicletes que recebemos!{#emotions_dlg.drool}
 
 
publicado por turminhafabulosa às 21:45
Sexta-feira, 13 / 01 / 12

Bonecos de neve...

O Boneco de Neve

 

       Era uma vez uma turma do quinto ano que construiu um boneco de neve. Foram precisos: uma bola de neve grande e uma pequena para pôr uma por cima da outra, uma cenoura, quatro botões, um cachecol, dois paus, tinta vermelha, uma fatia de melancia, um chapéu de cartola preta, uma gravata, umas luvas e dois tomates.

       Eles começaram por meter a cenoura, a seguir meteram o cachecol e o chapéu; de seguida meteram os quatros botões e os dois tomates a fazer de olhos. No fim meteram as luvas e a gravata.           

       Quando acabaram de meter estas coisas foram pintar a casca de melancia de vermelho e meteram-na a secar. Quando ficou seca meteram-na a fazer a boca.

       No dia seguinte acordaram e foram ver o boneco de neve. Decidiram pedir ajuda a um mágico para lhe dar vida.

       O mágico foi buscar o seu livro de magia e transformou o boneco de neve: ele ganhou pernas para andar e braços verdadeiros para segurar as coisas e para abraçar os amigos.

       A turma ficou toda amiga do boneco de neve e viveram felizes para sempre.

 



 

João Pedro e Emanuel

 

 

 

 

 

O Boneco de Neve

      Era uma vez três irmãs, a mais velha chamava-se Leonor e as outras duas chamavam-se Verónica e Júlia.

      Um dia de inverno, as três irmãs foram para a escola, mas como estava a nevar muito decidiram fazer um boneco de neve.

      O boneco de neve tinha de ter uma cenoura para o nariz, duas azeitonas para os olhos, seis botões para a boca, uma cartola para pôr na cabeça, dois paus para os braços, quatro botões para a barriga e um cachecol para o pescoço.

      Depois de terem o material todo foram fazer uma bola de neve grande e outra pequena. A maior serve para meter os quatro botões e os braços, e a mais pequena serve para meter a cartola, a cenoura, as duas azeitonas e os seis botões. O cachecol é para meter no meio das duas bolas.

      No dia seguinte, foram outra vez para a escola e viram que o boneco de neve estava a derreter. Então, decidiram arranjar as bolas de neve.

      Quando chegou a primavera, o boneco de neve ficou todo derretido e só restavam os materiais espalhados no chão. As três irmãs ficaram muito tristes e por isso decidiram fazer outro boneco de neve, só que já não havia neve!

      Elas não se importaram porque no próximo inverno irá nevar mais!   

 

 

Maria Ângela e Maria Inês

 

 

 

 

Aliens contra Bonecos de Neve

 

     Os Aliens tentaram atacar a terra no Inverno.

     Mas os bonecos de neve, que foram feitos por meninos de toda a Terra com paus, pedras, cenouras e cachecóis lutaram contra eles e derrotaram-nos.

     No entanto, a paz na terra  não durou muito tempo porque eles atacaram-nos outra vez.

    Os bonecos de neve tentaram derrotá-los outra vez,só que agora os Aliens trouxeram  reforços para derrubar os bonecos de neve. Os bonecos de neve prepararam-se para a batalha no seu Quartel: equiparam-se com armas cheias de balas de neve.

    Eles derrotaram-nos por causa do seu corpo frio que mais ninguém tem. E assim congelaram-nos e puseram-nos no congelador do seu quartel.

    Os bonecos de neve salvaram a terra da invasão alienígena.

 

 

                               Manuel e Hugo

                                         

 

 

 

 

 O boneco de neve

    Olá! Eu sou a Mariana e fiz um boneco de neve. Fi-lo com uma bola grande de neve a fazer de barriga e outra pequena para a cabeça.

    Para a cara pus: uma cenoura para o nariz, dois botões para os olhos, uma banana para a boca e um chapéu para a cabeça. Na barriga pus três botões e dois paus para as mãos.

    Eu fui à minha avó pedir-lhe uns pós mágicos para dar vida ao meu boneco de neve.

    Quando cheguei a casa, comecei logo por deitar o pó mágico todo de cima para baixo no boneco de neve.

    O meu boneco de neve começou logo a correr diretamente para o parque.

    De repente, ouvi a camioneta da escola a chegar. Eu tinha de ir para a escola mas tive pena do meu boneco de neve, por isso, resolvi levá-lo comigo pois sabia que ele ia aprender algumas coisas.

    No recreio eu e os meus amigos demos-lhe o nome de Afonso. Quando chegamos da escola, ele já sabia falar, andar, etc.,…

    Quando chegou a primavera, o boneco de neve começou a derreter e gritou:

    - Ai estou-me a queimar!

    - É a primavera que está a chegar e estás a derreter! – disseram os meninos.

    - Façam alguma coisa! - pediu o boneco de neve.

    - Já não vale a pena, já estás derretido! – lamentaram os meninos.

    A neve começou a transformar-se em água e eles guardaram a água num balde para nunca mais esquecerem o seu amigo.

 

           

Inês Regina, Catarina Duarte e Matilde

 

 

 

          

 

O boneco de neve

     No dia vinte e cinco de Dezembro um menino chamado Filipe fez um boneco de neve com bola pequena, uma média e uma grande. A seguir meteu-lhe paus para os braços e deu-lhe o nome de João Francisco.

     À noite o boneco de neve ganhou vida.

     De manhã, o Filipe foi ver o boneco de neve  e pediu-lhe o jornal. O Filipe foi buscar logo um jornal para o João Francisco. Depois o Filipe foi comer e o João Francisco ficou muito triste.  

     Certo dia, estava perto da Primavera, e o João Francisco ficou preocupado. O Filipe viu que o João Francisco estava a derreter, a derreter, a derreter, e desapareceu.

     O Filipe ficou a chorar muito triste porque o João Francisco morreu.

 

 

Ruben e André

 

 

 

 

O boneco de neve

 

     Um dia dois irmãos chamados Sandra e Francisco decidiram fazer um boneco de neve.

     Para o fazerem usaram: uma bola de neve grande, uma média e uma pequena. Eles foram a casa buscar: um cachecol, uma cenoura, dez botões, uma cartola e dois paus. Depois puseram a bola média em cima da bola grande e a pequena em cima da média. De seguida puseram a cenoura a fazer de nariz, o cachecol ficou no meio da bola média e da pequena, os botões fizeram a boca, os botões do casaco, os olhos, a cartola ficou na cabeça e os paus fizeram os braços.

     Quando a mãe chamou a Sandra e o Francisco para jantar, o Pai Natal passou por lá e deu vida ao boneco de neve.

     No dia seguinte, antes da Sandra e do Francisco acordarem, o boneco de neve foi andar na Roda Gigante que ficava na aldeia mais próxima. Depois  voltou para o quintal à espera das crianças. Mas elas nunca mais chegavam porque já tinham ido para a escola.

     Quando o Francisco e a Sandra voltaram, ouviram uma voz a chamar:

     - Sandra! Francisco!

     Eles foram ter com a mãe e perguntaram se ela os tinha chamado e ela respondeu que não.

     Eles ouviram outra vez a mesma coisa e perceberam que vinha do boneco de neve. Eles ficaram muito contentes por o boneco de neve ter vida e depois foram comer e ver televisão com ele.

     Quando chegou a primavera ele começou a derreter e as crianças tiveram de o pôr dentro do congelador.

     Todos os invernos eles tiravam-no de lá e punham-no no quintal.

 

 

Guilherme e Beatriz

 

 

 

 

O Boneco de neve 

      Era uma vez um boneco de neve chamado João.

      O boneco de neve foi feito pelos amigos do Luís com a neve. Ele usava um cachecol, luvas, uma cartola, uma cenoura no nariz, uns botões para a boca e as pernas eram dois paus e os braços também.

      O Luís disse ao seu amigo André:

      - É uma pena o boneco de neve não andar!

      O André disse:

      - Pois é, Luís!

      Eles brincavam com o boneco de neve como brincavam com os seus amigos à escondidinha, ao dominó, croquetes, etc.

      Eles viveram felizes para sempre!

 

 

 

Ana Catarina e Marta Silva

 

 

 

 

 

Elias o Boneco de Neve 

      Era uma vez um menino chamado João que fez um boneco de neve e deu-lhe o nome de Elias. Ele tinha: duas pedras a servir de pés, quatro botões, um cachecol, dois paus a servir de braços, sete feijões, uma cenoura, dois botões e uma cartola.

      O João teve pena do Elias e fez também uma boneca de neve. Ela tinha: duas pedras para os sapatos, quatro pérolas, dois paus para os braços, um colar de jóias falsas, sete anéis de plástico: cinco a fazer a boca e dois a fazer os olhos; uma cenoura, vinte linhas amarelas a servir de cabelo e um laço. Ele deu-lhe o nome de Érica.

      Os três foram muito amigos, mas João não sabia que a Érica e o Elias derretiam.

      Quando chegou a primavera, eles derreteram com o Sol. O João perguntou à mãe porque é que eles derreteram e a mãe disse-lhe que os calor do Sol fazoia derreter a neve, mas, que no próximo inverno, ele poderia fazê-los nascer outra vez.

      O João ficou à espera do próximo inverno para os construir!

 

 

Fabiana e Marta Raquel

 

 

 

Um boneco de neve chamado Moutinho

      Era uma vez um menino chamado Pedro. Ele queria que nevasse no inverno para fazer um boneco de neve.

      Um dia começou a nevar e o Pedro pensou logo em fazer o boneco de neve. Teve de fazer dois pés com paus, a barriga com uma bola de neve grande, a cabeça também com uma bola de neve mais pequena, duas azeitonas para os olhos, uma cenoura para o nariz, um ananás para a cabeça e várias mangas para o cachecol. Também puseram botões de chocolate, a boca com uma banana, as mãos com paus e o cabelo com erva. Finalmente o Pedro pôs-lhe o nome de Moutinho.

      Ele morava no telhado na casa do Pedro.

      O Moutinho era um boneco de neve adorado por todos os  meninos da escola.

      Quando começou a chegar a primavera,  ele começou a derreter e os meninos ficaram tristes.

      Mas no inverno seguinte sabiam que podiam fazer um boneco de neve igual ao Moutinho.

 

 

Ana Isabel e Sara

 

 

 

 

O boneco de neve

 

      Um dia os meninos fizeram um boneco de neve. À noite, veio uma fada mágica e de repente o boneco de neve ganhou vida.

      Foi ao Pólo Norte ter com outros bonecos de neve e brincou muito com os seus novos amigos. O boneco de neve gostava muito do Pólo Norte mas teve saudades de casa!

      Então voltou outra vez para a aldeia. No caminho até casa só pensava nos seus amigos. Ele deitou-se e sonhou com os amigos, ele só queria estar perto deles.

      No seguinte, o boneco de neve foi ao recreio da escola e lá brincou muito com os amigos. Quando foi para casa recebeu muitos presentes de Natal.

      Na Primavera, o boneco de neve apaixonou-se por uma menina boneca de neve. Ambos ficaram tão corados de amor que derreteram!

 

 

Tomás e Madalena

 

 

 

O boneco de neve

 

     Era uma vez um menino chamado Miguel que gostava de brincar na neve. O Miguel acordou cedo para ver se podia brincar na neve.

     Quando o Miguel saiu da escola foi pedir à mãe se podia patinar no gelo e a mãe respondeu que sim. Quando ele estava a patinar no gelo lembrou-se que podia fazer um boneco de neve.

     Foi pedir à mãe uma cenoura, um cachecol, um chapéu, duas azeitonas e botões. Quando foi chamar a mãe para ver o boneco de neve, a mãe disse que estava lindo.

     Passados dois dias, o Miguel fez anos e convidou os seus amigos. Só não foram os seus dois piores amigos, o Hugo e o Fábio, porque podiam estragar-lhe boneco de neve.

     Quando acabou a festa, os amigos do Miguel contaram ao Hugo e ao Fábio que ele tinha feito um boneco de neve.

     Quando o Miguel foi lá de manhã ver o boneco de neve, viu que ele estava destruído. Não sabia quem foi mas pensou logo que teria sido o Hugo e o Fábio.

     O Miguel quando chegou à escola foi falar com o Fábio e o Hugo:

     - Porque é que destruíram o meu boneco de neve?

     O Fábio e o Hugo responderam que foram eles e disseram que foram os colegas que os mandaram.

     A professora ouviu a conversa e teve uma conversa muito séria com eles sobre a amizade. No fim, todos os amigos decidiram construir um novo boneco de neve!

 

Jorge e João Filipe

 

 

publicado por turminhafabulosa às 18:04
Quinta-feira, 12 / 01 / 12

Rota do Românico - 1ª sessão

     Hoje recebemos a visita da Carla e da Carla que nos vieram ensinar muitas coisas sobre a Rota do Românico.

     Nesta sessão conhecemos alguns monumentos desta rota, dos quais faz parte o nosso Marmoiral de Sobrado. Analisamos um mapa da nossa região e depois reconstruímos e decoramos réplicas dos monumentos, mas de uma forma muito moderna e original!! :)

 

 Quem quiser saber mais sobre a Rota do Românico poderá consultar este site:

 

http://www.rotadoromanico.com/vPT/Monumentos/Introducao/Paginas/Introducao.aspx

 

 

     Aqui ficam algumas fotos:

 

  
    
 
 

 

 

 

 
 
 

    

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 23:09
Segunda-feira, 02 / 01 / 12

Feliz 2012

 

Que 2012 seja um ano fabuloso para todos:

 

sorriam muito,

brinquem muito,

riam muito,

aprendam muito,

viajem muito,

cresçam muito,

abracem e beijem muito,

pulem muito,

corram muito,

cantem e dancem muito,

sejam muito felizes!!

publicado por turminhafabulosa às 13:18
Segunda-feira, 02 / 01 / 12

Gaspar, o Dedo Diferente

Título: Gaspar, o Dedo Diferente

Autor: Ana Luísa Amaral

Ilustrador: Abigail Ascenso

Editora: Civilização Editora

 

 

  

     Era uma vez um dedo indicador chamado Gaspar, que tinha quatro irmãos. Eles viviam numa mão chamada Josefina e num corpo chamado Rita.

      A Rita escorregou ao saltar e magoou-se. A sua mãe levou-a ao hospital para tratar da ferida no dedo Gaspar. A médica anestesiou-o e colocou-lhe uma gaze (ligadura) e os seus irmãos disseram que ele estava muito bonito com uma roupa nova.

      No fim-de-semana, a menina e a mãe foram ao hospital para tirar a roupa ao Gaspar.

      A médica disse à Rita que, afinal, o tratamento não tinha custado nada.

 

Beatriz

tags: ,
publicado por turminhafabulosa às 12:33
Segunda-feira, 02 / 01 / 12

Vou dar pontapés na Lua

Título: Vou dar pontapés na Lua

Autor: Maria Isabel Moura

Ilustrador: Matos Costa

Editora: Edições Afrontamento

 

 

 

     Este livro contém vinte e quatro histórias divertidas e com aprendizagem.

     A história que eu li falava de duas meninas que não sabiam dançar e queriam aprender a dançar ballet.

     Elas tiveram seis ideias e não chegaram a nenhuma conclusão.

     As meninas queriam e gostavam de aprender a dançar, mas pensavam que se aprendessem a nadar era mais fácil aprenderem a dançar.

     E assim as duas meninas iam fazendo descobrimentos sobre como dançar.

 

Marta Silva

 

 

publicado por turminhafabulosa às 12:32
Segunda-feira, 02 / 01 / 12

Tintin no Tibete

Título: Tintin no Tibete

Autor: Hergé

Coleção: As Aventuras de Tintin

Editora: Asa

 

tags:
publicado por turminhafabulosa às 12:32
Segunda-feira, 02 / 01 / 12

Bem-vinda Smurfina

Título: Bem-vinda Smurfina

Coleção: Os Smurfs

Editora: Asa

 

 
 

    Já era noite e na casa do Gargamel as luzes ainda estavam acesas porque ele deveria estar a tramar alguma coisa contra os smurfs.

    No dia seguinte os smurfs foram para a floresta procurar alimento.

    De repente, um smurf que se afastou dos seus companheiros encontrou a Smurfina e levou-a para a aldeia dos smurfs.

    A Smurfina era uma inimiga pois tinha sida criada pelo Gargamel.

    Para destruir a aldeia, ela abriu a comporta da barragem. Mas ficou muito arrependida e então o Grande Smurf transformou-a numa verdadeira smurfina.

    Agora ela é amiga de todos!

 

Maria Inês

publicado por turminhafabulosa às 12:32
Segunda-feira, 05 / 12 / 11

Seis Histórias às Avessas

Título: Seis Histórias às Avessas

Autor: Luísa Ducla Soares

Ilustrador: Fátima Afonso

Editora: Civilização Editora

 

 
 

 

O livro “Seis Histórias às Avessas” tem seis histórias mas a história que eu gostei mais foi “ O Monstro”. Eu vou fazer o resumo dessa história que é este:

 

 

O Monstro

 

     Era uma vez um bicho que estava muito sossegado a tomar banho de mar e ficou preso nas malhas da rede. Toda a gente que o via, achava-o muito estranho.

     Um veterinário reparou que ele não bebia nem comia e resolveu levá-lo a andar no carro para ver se uma saída lhe abria o apetite. Mas aconteceu uma coisa muito estranha: o bicho arrancou o tampão da gasolina e pôs-se  a chupar.

     Daí por diante, três vezes por dia, o monstro tomava um biberão de gasolina. No mês seguinte, três vezes por dia tomava um bidão de gasolina. No ano seguinte, três vezes por dia tomava um camião de gasolina.

     A Direção do Jardim Zoológico não aguentava a despesa e pensou em vendê-lo, mas ao preço que a gasolina está, quem é que o quereria comprar?

     Ao saber da sentença, o veterinário deixou-o fugir. 

     Todas as noites, uma estação de serviço era assaltada, por gasolina, gasóleo, óleo e tudo que fosse feito de petróleo. O Presidente da República decidiu matar o monstro pois a nação precisava de petróleo.

     Entretanto, um petroleiro afundou-se na baía de Cascais e ondas de petróleo taparam o oceano, o rio e as praias. Os curiosos bisbilhotavam, os fotógrafos tiravam fotografias, os sábios faziam projetos para salvar Portugal do petróleo, quando, de repente, o monstro avançou para o mar com a boca aberta. Onde ele passava a areia ficava branca e a água ficava de novo azul.

     As pessoas ficaram muito contentes ao ver aquilo e elogiaram muito o monstro. Quando toda a maré negra foi devorada, o Presidente da Republica condecorou-o no Palácio de Belém.

     Todo o governo bebeu vinho do Porto à saúde do monstro mas, para ele, abriu-se uma garrafa de gasolina super. Nesse mesmo dia, a Lisnave contratou-o para limpar, no rio Tejo, petroleiros de todo o mundo.

 

 

Inês Regina    

publicado por turminhafabulosa às 21:11
Segunda-feira, 05 / 12 / 11

Uns Óculos para a Rita

Título: Uns Óculos para a Rita

Autor: Luísa Ducla Soares

Ilustrador: Olé Design

Editora: Civilização Editora

 

 

    Era uma vez uma menina chamada Rita. A Rita não via as formigas. Na escola ela não conseguia ver bem para o quadro e não conseguia encontrar o botão.

     Depois foi ao médico. Ela queria uns óculos de plástico da cor da pele mas os óculos só ficavam prontos no dia seguinte.

     A Rita viu uma senhora a pôr lentes e percebeu que as lentes são tipo óculos. Também percebeu que os óculos não tapam os olhos e que até parece que fazem uma moldura.

     No dia seguinte a Rita já conseguia ver as formigas, ver botões, etc… Às vezes ela tira os óculos para ver como o mundo era antes.

 

Fabiana

publicado por turminhafabulosa às 21:07
Quinta-feira, 24 / 11 / 11

O aparelho circulatório

     Para saberem mais do aparelho circulatório vejam o filme "Era uma vez a vida - O Coração" disponível no YouTube. É só seguirem os links:

 

 
1 - http://www.youtube.com/watch?v=x4G7D7dez0Y
 
2 - http://www.youtube.com/watch?v=JIN19fF0yS8
 
3 - http://www.youtube.com/watch?v=-QGYtDfXZtg&feature=related

publicado por turminhafabulosa às 19:17
Quinta-feira, 24 / 11 / 11

O aparelho respiratório

     Para saberem mais sobre o aparelho respiratório veja o filme "Era uma vez a Vida" disponível no YouTube. É só seguirem os links pela ordem indicada:

 

1 - http://www.youtube.com/watch?v=hAV0HB2BS48
 
2 - http://www.youtube.com/watch?v=AN1ohJ9UFI0
 
3 - http://www.youtube.com/watch?v=FifLq-zWceY

 

 


 

 

publicado por turminhafabulosa às 19:15
Sexta-feira, 18 / 11 / 11

A Princesa Esbrenhaxa

Título: A Princesa Esbrenhaxa

Autor: Margarida Castel-Branco

Ilustrador: Carla Antunes

Editora: Verbo

 

 

     No dia de anos da princesa, a rainha e o El-Rei estavam a discutir o que era melhor para a Esbrenhaxa. Eles decidiram que ela devia casar com o príncipe Soluço porque estava cada vez mais velha, careca e ainda punha o dedo no nariz.

     No outro reino o príncipe Soluço estava a tentar sair do palácio para ir consultar uma bruxa. Quando chegou lá, ela disse-lhe que para superar esses soluços ele tinha que ir à torre do Furocéu.

     Lá viu a Princesa Esbrenhaxa e apanhou tal susto, que os soluços passaram e, num abrir e fechar de olhos, estavam casados.

     Casaram e parece que não foram nada infelizes. O príncipe pôs a cabeleira de leão à princesa Esbrenhaxa. Para ela perder o vício de meter os dedos no nariz, bastou pôr-lhe os dedais de ouro e prata nos dedos indicadores. Todo o povo se admirava com tão lindo casal!

 

Marta Raquel

publicado por turminhafabulosa às 10:44
Sexta-feira, 18 / 11 / 11

O Rei Cota

Título: O Rei Cota

Autor: Margarida Castel-Branco

Ilustrador: Carla Antunes

Editora: Verbo

 

 

    Era uma vez um rei que morava com as suas três filhas. Antigamente ele era rico mas deu todo o seu dinheiro e ficou pobre.

    Então decidiu ir dar a volta ao mundo e perguntou às filhas o que é que elas queriam: a mais velha pediu uma bicicleta a motor, a do meio pediu um frigorífico, e a mais nova pediu uma rosa cor-de-rosa.

    Na sua viagem, ele viu que não tinha dinheiro para os pedidos das filhas mais velhas, mas achou que conseguia encontrar uma rosa para a mais nova.

    Ele encontrou uma rosa na casa de um bruxo e, quando tentou apanhá-la, ficou lá preso.

    O rei mandou uma carta à filha mais nova para o vir resgatar e ela veio logo.

    Ela foi para o jardim do bruxo, que parecia um Monstro, e ficou admirada com as flores. Afinal, ele não era um monstro e usava uma máscara porque fazia perfumes com as flores.

    Quando ele tirou a máscara, ela ficou a gostar dele e viveram felizes para sempre!

 

Pedro

tags: ,
publicado por turminhafabulosa às 10:40
Quinta-feira, 17 / 11 / 11

A visita de estudo com almoço na ADEP

     No dia dez de novembro, fomos almoçar à ADEP e visitar alguns monumentos no centro de Sobrado.

     Primeiro fomos ao Hospital da Misericórdia mas como já lá estavam outras turmas do terceiro ano, decidimos não entrar e só vimos por fora. Nós aprendemos que este hospital tem muitos anos e que foi construído com leilões, ou seja, as pessoas vendiam vegetais, lenha e outros objetos para angariar dinheiro.

     A seguir passamos pelo busto do Dr. José, mais conhecido por Dr. do Coto. Este médico tem um busto porque ia às casas das pessoas quando elas estavam doentes.

     De seguida vimos o Antigo Edíficio da Cadeia que foi mandado construir pela casa de Bragança. Antigamente, funcionava a cadeia no piso de baixo e a Câmara Municipal no piso de cima. Atualmente, este edíficio, tem o Posto de Turismo na parte de baixo e a escola de ballet na parte de cima. No cimo da porta ainda está o brasão da Casa de Bragança.

     Depois visitamos o chafariz que está à beira do Antigo Edíficio da Cadeia. Aprendemos que foi construído porque havia um tanque onde as pessoas e os animais bebiam e lavavam lá a roupa. Por isso, foi construído um novo chafariz. 

      A seguir passamos por um tanque onde as mulheres lavavam a roupa e falavam da vida dos outros.

      Posteriormente fomos ver o Marmoiral de Sobrado onde se conta a lenda que D. Martim e D. Fafes lutaram para casar com D. Maria Teresa Taveira, que foram os pais de Santo António. Há outra lenda que diz que aqui  foi poisado o caixão da Princesa Mafalda. Neste monumento estão desenhadas uma espada e duas cruzes gregas. Atenção que não nos podemos encostar às pedras porque estão a abanar.

      Depois fomos visitar a Quinta da Boavista. No cimo do portão tinha o brasão da família Bulhões. Lá dentro está a casa do I Conde de Castelo de Paiva, que já está muito degradada. Esta Quinta também tem a capela de Santo António e árvores muito antigas. Na parte do jardim havia um labirinto e no meio tinha uma fonte muito alta que foi carregada por nove carros de bois. Nós achamos esta Quinta muito bonita e antiga mas o seu estado de conservação não é o ideal e precisa de obras urgentes.

     A seguir fomos almoçar dentro da Antiga Fábrica da Manteiga que fica no Parque das Tílias. Comemos um prato tradicional da gastronomia paivense: broa caseira, rojões, rabanadas, cavacas e limonada. Lá estivemos a fazer muitos jogos tradicionais: andar de arco, de andolas, saltar à corda, etc. Também andamos numa carroça puxada pela égua que era a forma de locomoção usada antigamente. Vimos fotografias antigas de Castelo de Paiva e vídeos da Feira do Século XIX. Aprendemos que lá houve uma Escola Agrícola. Queremos agradecer à ADEP por nos ter recebido muito bem e esperamos lá voltar mais vezes.

     Nós gostamos de andar na carroça, de andar nas andolas, do almoço e de visitar a Quinta da Boavista. 

 

 

 
No chafariz, ao lado do Antigo Edifício da Cadeia

 

 

 

 
À porta da Quinta da Boavista

 

 

 
Na entrada da Quinta da Boavista

 

 

 
Em frente à casa do I Conde de Castelo de Paiva

 

 

 
Na fonte da Quinta da Boavista

 

 

 
A sair do labirinto do jardim. Ao fundo vê-se a fonte.

 

 

 
No Parque da Tílias, depois do almoço, todos os alunos deram um passeio de carroça...

 

 

 

 

 

 

 

 

 
e jogaram jogos tradicionais.

 

 

 

 

 

 

 
No final assistiram à projeção de fotos antigas de Castelo de Paiva e da Feira do Século XIX.
publicado por turminhafabulosa às 20:08
Nós somos os alunos do quarto ano da professora Sandra. Neste blogue podem espreitar o que fizemos nos últimos anos e esperar muitas surpresas neste 4º ano!! :)

mais sobre nós

Setembro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

comentários recentes

  • Professora já que somos do quinto ano o que vai ac...
  • Bem professora finalmente acabou mais uma etapa es...
  • Gostei do livro,especialmente a hirtória:Me...
  • Bom diaGosto muito de Castelo de Paiva pois que fo...
  • Gostei muito deste dia gostei de gainhar o cartao ...
  • Adorei a visita à kidzania pois lá p...
  • Adorei a visita à kidzania pois lá p...
  • Eu também quero ser futebolista e jogar no Benfica...
  • Bem professora sei que so estou a mandar esto agor...
  • Bom dia!Gostaria muito de comprar o livro:Sara,a m...

mais comentados

RSS

blogs SAPO


Universidade de Aveiro