Autor: Maz Velthuijs

Ilustrador: Max Velthuijs

Editora: Caminho

 

 

   Era uma vez um sapo que andava ora triste, ora contente, e não sabia o que tinha.

   Pelo caminho encontrou um Porquinho que lhe disse que ele devia ir para casa porque estava constipado.

   Depois foi a casa da Lebre que foi consultar um livro de medicina e descobriu que o Sapo estava apaixonado! O Sapo ficou tão feliz que até saltou pela porta fora e foi contar ao Porquinho. Mas ele não sabia por quem estava apaixonado.

   Em conversa com os amigos, descobriu que estava apaixonado pela Pata Branca. Então foi para casa fazer um desenho para ela e, à noite, foi metê-lo debaixo da sua porta. A Pata gostou muito do desenho mas não sabia de quem era.

   O Sapo começou a dar-lhe muitas flores mas tinha vergonha de lhe dizer o que sentia. A Pata gostava de receber estes presentes mas continuava a não saber quem era o seu admirador secreto.

   O Sapo já não conseguia comer nem dormir porque tinha medo de dizer à Pata que estava apaixonado por ela. Então, decidiu fazer uma loucura: bater o recorde de salto em altura.

   Ele começou logo treinar e os amigos começaram a ficar preocupados que ele se magoasse. Um dia, aconteceu mesmo: ele caiu e magoou-se!

   Por sorte, ia lá a passar a Pata Branca que o levou para casa e cuidou dele. Em conversa, eles declararam o seu amor.

   A partir daí, começaram a namorar e a fazer muitas coisas juntos.

 

 

   Apesar de uma estória de amor entre um sapo e uma pata parecer muito estranha, o amor não tem barreiras!

 

        

tags: ,
publicado por turminhafabulosa às 20:57