Turminha Fabulosa

pesquisar

 
Sexta-feira, 13 / 01 / 12

Bonecos de neve...

O Boneco de Neve

 

       Era uma vez uma turma do quinto ano que construiu um boneco de neve. Foram precisos: uma bola de neve grande e uma pequena para pôr uma por cima da outra, uma cenoura, quatro botões, um cachecol, dois paus, tinta vermelha, uma fatia de melancia, um chapéu de cartola preta, uma gravata, umas luvas e dois tomates.

       Eles começaram por meter a cenoura, a seguir meteram o cachecol e o chapéu; de seguida meteram os quatros botões e os dois tomates a fazer de olhos. No fim meteram as luvas e a gravata.           

       Quando acabaram de meter estas coisas foram pintar a casca de melancia de vermelho e meteram-na a secar. Quando ficou seca meteram-na a fazer a boca.

       No dia seguinte acordaram e foram ver o boneco de neve. Decidiram pedir ajuda a um mágico para lhe dar vida.

       O mágico foi buscar o seu livro de magia e transformou o boneco de neve: ele ganhou pernas para andar e braços verdadeiros para segurar as coisas e para abraçar os amigos.

       A turma ficou toda amiga do boneco de neve e viveram felizes para sempre.

 



 

João Pedro e Emanuel

 

 

 

 

 

O Boneco de Neve

      Era uma vez três irmãs, a mais velha chamava-se Leonor e as outras duas chamavam-se Verónica e Júlia.

      Um dia de inverno, as três irmãs foram para a escola, mas como estava a nevar muito decidiram fazer um boneco de neve.

      O boneco de neve tinha de ter uma cenoura para o nariz, duas azeitonas para os olhos, seis botões para a boca, uma cartola para pôr na cabeça, dois paus para os braços, quatro botões para a barriga e um cachecol para o pescoço.

      Depois de terem o material todo foram fazer uma bola de neve grande e outra pequena. A maior serve para meter os quatro botões e os braços, e a mais pequena serve para meter a cartola, a cenoura, as duas azeitonas e os seis botões. O cachecol é para meter no meio das duas bolas.

      No dia seguinte, foram outra vez para a escola e viram que o boneco de neve estava a derreter. Então, decidiram arranjar as bolas de neve.

      Quando chegou a primavera, o boneco de neve ficou todo derretido e só restavam os materiais espalhados no chão. As três irmãs ficaram muito tristes e por isso decidiram fazer outro boneco de neve, só que já não havia neve!

      Elas não se importaram porque no próximo inverno irá nevar mais!   

 

 

Maria Ângela e Maria Inês

 

 

 

 

Aliens contra Bonecos de Neve

 

     Os Aliens tentaram atacar a terra no Inverno.

     Mas os bonecos de neve, que foram feitos por meninos de toda a Terra com paus, pedras, cenouras e cachecóis lutaram contra eles e derrotaram-nos.

     No entanto, a paz na terra  não durou muito tempo porque eles atacaram-nos outra vez.

    Os bonecos de neve tentaram derrotá-los outra vez,só que agora os Aliens trouxeram  reforços para derrubar os bonecos de neve. Os bonecos de neve prepararam-se para a batalha no seu Quartel: equiparam-se com armas cheias de balas de neve.

    Eles derrotaram-nos por causa do seu corpo frio que mais ninguém tem. E assim congelaram-nos e puseram-nos no congelador do seu quartel.

    Os bonecos de neve salvaram a terra da invasão alienígena.

 

 

                               Manuel e Hugo

                                         

 

 

 

 

 O boneco de neve

    Olá! Eu sou a Mariana e fiz um boneco de neve. Fi-lo com uma bola grande de neve a fazer de barriga e outra pequena para a cabeça.

    Para a cara pus: uma cenoura para o nariz, dois botões para os olhos, uma banana para a boca e um chapéu para a cabeça. Na barriga pus três botões e dois paus para as mãos.

    Eu fui à minha avó pedir-lhe uns pós mágicos para dar vida ao meu boneco de neve.

    Quando cheguei a casa, comecei logo por deitar o pó mágico todo de cima para baixo no boneco de neve.

    O meu boneco de neve começou logo a correr diretamente para o parque.

    De repente, ouvi a camioneta da escola a chegar. Eu tinha de ir para a escola mas tive pena do meu boneco de neve, por isso, resolvi levá-lo comigo pois sabia que ele ia aprender algumas coisas.

    No recreio eu e os meus amigos demos-lhe o nome de Afonso. Quando chegamos da escola, ele já sabia falar, andar, etc.,…

    Quando chegou a primavera, o boneco de neve começou a derreter e gritou:

    - Ai estou-me a queimar!

    - É a primavera que está a chegar e estás a derreter! – disseram os meninos.

    - Façam alguma coisa! - pediu o boneco de neve.

    - Já não vale a pena, já estás derretido! – lamentaram os meninos.

    A neve começou a transformar-se em água e eles guardaram a água num balde para nunca mais esquecerem o seu amigo.

 

           

Inês Regina, Catarina Duarte e Matilde

 

 

 

          

 

O boneco de neve

     No dia vinte e cinco de Dezembro um menino chamado Filipe fez um boneco de neve com bola pequena, uma média e uma grande. A seguir meteu-lhe paus para os braços e deu-lhe o nome de João Francisco.

     À noite o boneco de neve ganhou vida.

     De manhã, o Filipe foi ver o boneco de neve  e pediu-lhe o jornal. O Filipe foi buscar logo um jornal para o João Francisco. Depois o Filipe foi comer e o João Francisco ficou muito triste.  

     Certo dia, estava perto da Primavera, e o João Francisco ficou preocupado. O Filipe viu que o João Francisco estava a derreter, a derreter, a derreter, e desapareceu.

     O Filipe ficou a chorar muito triste porque o João Francisco morreu.

 

 

Ruben e André

 

 

 

 

O boneco de neve

 

     Um dia dois irmãos chamados Sandra e Francisco decidiram fazer um boneco de neve.

     Para o fazerem usaram: uma bola de neve grande, uma média e uma pequena. Eles foram a casa buscar: um cachecol, uma cenoura, dez botões, uma cartola e dois paus. Depois puseram a bola média em cima da bola grande e a pequena em cima da média. De seguida puseram a cenoura a fazer de nariz, o cachecol ficou no meio da bola média e da pequena, os botões fizeram a boca, os botões do casaco, os olhos, a cartola ficou na cabeça e os paus fizeram os braços.

     Quando a mãe chamou a Sandra e o Francisco para jantar, o Pai Natal passou por lá e deu vida ao boneco de neve.

     No dia seguinte, antes da Sandra e do Francisco acordarem, o boneco de neve foi andar na Roda Gigante que ficava na aldeia mais próxima. Depois  voltou para o quintal à espera das crianças. Mas elas nunca mais chegavam porque já tinham ido para a escola.

     Quando o Francisco e a Sandra voltaram, ouviram uma voz a chamar:

     - Sandra! Francisco!

     Eles foram ter com a mãe e perguntaram se ela os tinha chamado e ela respondeu que não.

     Eles ouviram outra vez a mesma coisa e perceberam que vinha do boneco de neve. Eles ficaram muito contentes por o boneco de neve ter vida e depois foram comer e ver televisão com ele.

     Quando chegou a primavera ele começou a derreter e as crianças tiveram de o pôr dentro do congelador.

     Todos os invernos eles tiravam-no de lá e punham-no no quintal.

 

 

Guilherme e Beatriz

 

 

 

 

O Boneco de neve 

      Era uma vez um boneco de neve chamado João.

      O boneco de neve foi feito pelos amigos do Luís com a neve. Ele usava um cachecol, luvas, uma cartola, uma cenoura no nariz, uns botões para a boca e as pernas eram dois paus e os braços também.

      O Luís disse ao seu amigo André:

      - É uma pena o boneco de neve não andar!

      O André disse:

      - Pois é, Luís!

      Eles brincavam com o boneco de neve como brincavam com os seus amigos à escondidinha, ao dominó, croquetes, etc.

      Eles viveram felizes para sempre!

 

 

 

Ana Catarina e Marta Silva

 

 

 

 

 

Elias o Boneco de Neve 

      Era uma vez um menino chamado João que fez um boneco de neve e deu-lhe o nome de Elias. Ele tinha: duas pedras a servir de pés, quatro botões, um cachecol, dois paus a servir de braços, sete feijões, uma cenoura, dois botões e uma cartola.

      O João teve pena do Elias e fez também uma boneca de neve. Ela tinha: duas pedras para os sapatos, quatro pérolas, dois paus para os braços, um colar de jóias falsas, sete anéis de plástico: cinco a fazer a boca e dois a fazer os olhos; uma cenoura, vinte linhas amarelas a servir de cabelo e um laço. Ele deu-lhe o nome de Érica.

      Os três foram muito amigos, mas João não sabia que a Érica e o Elias derretiam.

      Quando chegou a primavera, eles derreteram com o Sol. O João perguntou à mãe porque é que eles derreteram e a mãe disse-lhe que os calor do Sol fazoia derreter a neve, mas, que no próximo inverno, ele poderia fazê-los nascer outra vez.

      O João ficou à espera do próximo inverno para os construir!

 

 

Fabiana e Marta Raquel

 

 

 

Um boneco de neve chamado Moutinho

      Era uma vez um menino chamado Pedro. Ele queria que nevasse no inverno para fazer um boneco de neve.

      Um dia começou a nevar e o Pedro pensou logo em fazer o boneco de neve. Teve de fazer dois pés com paus, a barriga com uma bola de neve grande, a cabeça também com uma bola de neve mais pequena, duas azeitonas para os olhos, uma cenoura para o nariz, um ananás para a cabeça e várias mangas para o cachecol. Também puseram botões de chocolate, a boca com uma banana, as mãos com paus e o cabelo com erva. Finalmente o Pedro pôs-lhe o nome de Moutinho.

      Ele morava no telhado na casa do Pedro.

      O Moutinho era um boneco de neve adorado por todos os  meninos da escola.

      Quando começou a chegar a primavera,  ele começou a derreter e os meninos ficaram tristes.

      Mas no inverno seguinte sabiam que podiam fazer um boneco de neve igual ao Moutinho.

 

 

Ana Isabel e Sara

 

 

 

 

O boneco de neve

 

      Um dia os meninos fizeram um boneco de neve. À noite, veio uma fada mágica e de repente o boneco de neve ganhou vida.

      Foi ao Pólo Norte ter com outros bonecos de neve e brincou muito com os seus novos amigos. O boneco de neve gostava muito do Pólo Norte mas teve saudades de casa!

      Então voltou outra vez para a aldeia. No caminho até casa só pensava nos seus amigos. Ele deitou-se e sonhou com os amigos, ele só queria estar perto deles.

      No seguinte, o boneco de neve foi ao recreio da escola e lá brincou muito com os amigos. Quando foi para casa recebeu muitos presentes de Natal.

      Na Primavera, o boneco de neve apaixonou-se por uma menina boneca de neve. Ambos ficaram tão corados de amor que derreteram!

 

 

Tomás e Madalena

 

 

 

O boneco de neve

 

     Era uma vez um menino chamado Miguel que gostava de brincar na neve. O Miguel acordou cedo para ver se podia brincar na neve.

     Quando o Miguel saiu da escola foi pedir à mãe se podia patinar no gelo e a mãe respondeu que sim. Quando ele estava a patinar no gelo lembrou-se que podia fazer um boneco de neve.

     Foi pedir à mãe uma cenoura, um cachecol, um chapéu, duas azeitonas e botões. Quando foi chamar a mãe para ver o boneco de neve, a mãe disse que estava lindo.

     Passados dois dias, o Miguel fez anos e convidou os seus amigos. Só não foram os seus dois piores amigos, o Hugo e o Fábio, porque podiam estragar-lhe boneco de neve.

     Quando acabou a festa, os amigos do Miguel contaram ao Hugo e ao Fábio que ele tinha feito um boneco de neve.

     Quando o Miguel foi lá de manhã ver o boneco de neve, viu que ele estava destruído. Não sabia quem foi mas pensou logo que teria sido o Hugo e o Fábio.

     O Miguel quando chegou à escola foi falar com o Fábio e o Hugo:

     - Porque é que destruíram o meu boneco de neve?

     O Fábio e o Hugo responderam que foram eles e disseram que foram os colegas que os mandaram.

     A professora ouviu a conversa e teve uma conversa muito séria com eles sobre a amizade. No fim, todos os amigos decidiram construir um novo boneco de neve!

 

Jorge e João Filipe

 

 

publicado por turminhafabulosa às 18:04
Quinta-feira, 29 / 09 / 11

Os três desejos

     Hoje estivemos a ler o conto "Os três desejos" do livro "Contos para Rir" de Luísa Ducla Soares.

 

 

     Neste conto, havia um casal que sonhava ser rico. Ele sonhava ter um palácio, uma quinta e uma floresta a perder de vista... Ela sonhava ir viver para a cidade, ir a um instituto de beleza e comprar roupas, sapatos, jóias...

     Um dia, apareceu-lhes um mendigo à porta. O pobre casal deixou-o entrar para se aquecer e deu-lhe comida. Em troca, o mendigo concedeu-lhe três desejos.

     No primeiro desejo a mulher pediu um chouriço para assar nas brasas, e ele apareceu! O marido ficou muito irritado e disse que o chouriço devia ficar colado ao nariz da mulher, e assim gastou o segundo desejo. Ora, como não conseguiam cortar o nariz de chouriço e não lhes valia de nada serem ricos com aquela figura, no terceiro desejo, a mulher pediu que o seu nariz voltasse a ficar como antes!

     E assim gastaram os três desejos porque falaram sem pensar!

 

 

Ora, como os meninos da turminha fabulosa pensam muito e continuam muito criativos, aqui ficam os seus três desejos!

 

 

 

Os meus três desejos

      Eu gostava imenso que os meus três desejos se realizassem.

      O meu primeiro desejo era dar dinheiro aos senhores para fazerem uma ponte no Vietname para que os meninos possam atravessar o rio para irem à escola.

      O meu segundo desejo era que a minha família tivesse sempre saúde para nunca ficarem doentes.

      O meu terceiro desejo era ter uma casa com piscina para poder convidar os meus familiares e amigos.

 

Beatriz

 

 

 

Os meus desejos

      Se eu num dia pudesse escolher três desejos, em primeiro queria dinheiro para dar à minha mãe e assim eu podia ajudá-la!

      Em segundo queria que o meu pai arranjasse um trabalho perto de minha casa porque assim já não tinha de ir para o Algarve.

      Finalmente, em terceiro, queria que quando fosse grande o meu sonho de ser médica se realizasse para ajudar as pessoas que estão doentes!

      Não pedia dinheiro para ser rica porque a minha vida assim está linda!

 

Ana Isabel

 

 

 

Os meus desejos

      Eu queria ser rico para ajudar os meninos que têm de atravessar o rio para ir para a escola e fazia-lhe uma ponte para atravessarem para o outro lado.

      Também queria ter uma casa com uma piscina grande e com uma churrasqueira para convidar a família toda para ir comer e andar na piscina.

      Queria ser tratorista porque gosto de fresar os campos, de acartar estrume, deitar sulfato e porque acho que se ganha muito dinheiro para  pagar as contas.

 

Emanuel

        

 

 

Os meus desejos

     O meu primeiro desejo é ter muita saúde, eu e a minha família.

     O meu segundo desejo é ganhar o euromilhões  para ajudar os meninos do Vietname a construir uma ponte. Também ia ajudar outros meninos pobres.

     O meu terceiro desejo é que todos os pobres sejam felizes e que tenham tudo o que desejam.

     Espero que os meus desejos se realizem depressa!

 

Inês Regina

 

 

 

Os meus desejos

     Eu gostava de viver numa casa grande com piscina para os meus familiares irem lá.

     Também gostava de ir passar um mês ao  Algarve para ir à praia todos os dias, tomar banho, almoçar lá e ir a muitos sítios.

     O meu último desejo era ir a França visitar a Torre Eiffel e a Disneylândia.

 

Ana Matilde

 

 

 

Os meus desejos

     O meu primeiro desejo era que nunca reprovasse na escola porque gosto de passar de ano e não gostaria de aprender sempre a mesma coisa.

     O meu segundo desejo era ser professora quando for grande porque gosto de ensinar coisas aos mais pequenos.

     Também gostaria que todas fossem amigas umas das outras porque não gosto de discussões nem de lutas.

     Eram estes os meus três desejos!

 

Fabiana

 

 

 

Os meus desejos

     O meu primeiro desejo era ser princesa porque gosto da roupa delas.

     O meu segundo desejo era ser cabeleireira porque gosto  de pentear os cabelos.

     O meu terceiro desejo era ser bailarina porque gosto de dançar.

 

Madalena

 

 

 

 

Os meus desejos

    O meu primeiro desejo era ser atriz porque eu acho divertido.

    O meu segundo desejo era ser japonesa porque eu acho a letra bonita e divertida.

    O meu terceiro desejo era ter muitas jóias brilhantes porque eu adoro coisas brilhantes, principalmente jóias.    

 

Sara

 

 

 

Os meus três desejos

     Eu gostava de ter três desejos. Um deles era já ser grande, para já ter carta de condução.

     O meu segundo desejo era ter mais tempo para passar com a minha família porque eu estou quase sempre fora.

     Mas o meu terceiro desejo era que os meus amigos do Algarve viessem para Castelo de Paiva brincar comigo para eu não brincar sozinho quando vou para casa.

 

Manuel

 

 

 

Os meus três desejos 

     O meu primeiro desejo era ser o mais forte do mundo porque assim quando um rufia se metesse comigo, ele fugia cheio de medo e com o rabo entre as pernas.

    O segundo desejo era ter uma máquina do tempo para ver o que eu serei no futuro: guarda-redes profissional, presidente da República, o melhor escritor do mundo ou ser muito famoso.

    O último desejo era ser rico para comprar um Playstation 2 e 3, uma Xbox 360, a P.S.P, a Nintendo 3Ds, a Nintendo DC, a Nintendo normal, a Playstation um e um Gameboy. 

 

           Guilherme

 

 

 

 

Os meus três desejos

      O meu primeiro desejo era que a minha avó recuperasse da anca depressa porque já está com canadianas há muito tempo!

      O meu segundo desejo era ser rica para dar muito dinheiro aos meninos de Vietname.

      O meu último desejo era ter um parque de diversões em casa porque eu queria divertir-me.

      Se algum mago me aparecesse à frente e me concedesse três desejos eram estes que eu pedia! 

 

Marta Raquel

 

 

 

 

Os três desejos     

      O primeiro desejo era ser rico para ajudar os pobres e as crianças no Vietname porque tenho muita pena delas.

      Eu também queria dar-lhes uns computadores.

      O meu terceiro desejo era ter uma casa  enorme e convidá-las para virem viver comigo.

 

Pedro

 

 

 

 

Os três desejos

      O meu desejo era ter uma casa enorme para a minha família viver para não ser uma confusão na minha casa.

      O meu segundo desejo era ajudar os que têm dificuldades em aprender porque assim ninguém teria dificuldade em nada.

      O meu terceiro desejo era dar de comer aos pobres porque eles passam fome.

         

                        Catarina Duarte

 

 

 

Os três desejos

     O meu primeiro desejo era ter uma casa enorme e uma piscina lá dentro. Assim, no inverno e outono, a água estava quentinha.

     O meu segundo desejo era dar dinheiro aos pobres porque assim eles já tinham dinheiro para comprar comida e roupa.

     O meu último desejo era dar dinheiro para fazer uma ponte para que os meninos que estão no Vietname possam ir para a escola sem atravessar o rio a nadar. Também lhes dava materiais para ir à escola.    

 

Maria Ângela

 

 

 

 

Os meus três desejos

     O meu primeiro desejo era ser bailarina porque eu gosto de dançar.

     O meu segundo desejo era ter uma piscina  porque eu gosto de nadar.

     O terceiro desejo era ser ciclista porque eu gosto de andar de bicicleta.

 

Ana Catarina

 

 

  

Os meus três desejos

    O meu primeiro desejo era ser rico porque assim podia comprar tudo.

    O meu segundo desejo era ter uma casa com piscina, baloiço, ginásio e sobe e desce e assim podia convidar a minha família.

    O meu terceiro desejo era ter um Lamborghini para levar a minha família toda a passear.

 

João Filipe

 

 

 

Os meus três desejos

       O meu primeiro desejo era ser rica para comprar um palácio cheio de gatos obedientes à minha volta porque eu adoro gatos.

       O meu segundo desejo era ter uma loja cheia de gente porque gosto muito das pessoas principalmente os dos velhinhos.

       O meu último desejo era ter uma carrinha C4 porque tem cinco lugares e na mala dá para meter mais dois lugares.

 

Maria Inês

 

 

Os meus três desejos

        O meu primeiro desejo era ajudar os meninos que todos os dias atravessam o rio para ir para a escola.

        O meu segundo desejo era ter uma casa enorme com pisicina para convidar muitas pessoas para lá.

        O meu terceiro desejo era ter duas limusines e quatro seguranças para me guardarem a casa. Também teria uma empregada para me limpar a casa para ela ficar a brilhar.    

 

                                               Marta Silva

 

 

 

Os três desejos

         Queria ter um Ferrari para dar a volta ao mundo.

         Queria ter um casarão para viver e convidar amigos, colegas e as professoras.

         Queria ter um helicóptero para conhecer o céu e os pássaros.

 

Tomás

 

 

 

Os meus três desejos

     O meu primeiro desejo era ter uma moto 4 nova porque gosto de andar no monte.

     O meu segundo desejo era ir outra vez à kidzania porque eu gostei de ir lá.

     O meu terceiro desejo era ir ao Estádio do Dragão porque queria ver o Futebol Clube do Porto a jogar contra o Real Madrid e o Brasil.

João Pedro

 

 

 

 

Os três desejos

      O meu primeiro desejo era ter uma casa grande com uma piscina para  convidar  a  minha família para ir lá comer . 

      O meu segundo desejo é ser jogador de futebol porque assim ganho muito dinheiro para um jantar .

      O meu terceiro desejo era comprar um Mercedes porque assim podia sair com os meus amigos e as minhas amigas a dar passeios.  

 

 Jorge

publicado por turminhafabulosa às 23:21
Segunda-feira, 20 / 06 / 11

O meu 2º ano...

            No meu 2º ano gostei de ir à visita de estudo a Cabeceiras de Basto porque eu andei de cavalo e da Escolinha de trânsito.

            Também gostei da professora, de ir à Biblioteca e da visita à rádio. Na musica, eu gostei de aprender a tocar flauta; em Inglês fiz os peixinhos e na Física dos jogos de dança.

            Eu gostei de aprender as tabuadas.

            Os meus colegas são amigos, divertidos e bonitos.

            A minha sala é bonita porque eu nunca tive um quadro interactivo. A minha escola também é bonita porque tem muito espaço.

            No próximo ano gostava que a escola tivesse uma piscina!     

 

  

Ana Catarina

 

 

 

 

            No 2º ano eu gostei muito de aprender as palavras da família, fazer textos e diálogos, e da visita de estudo a Cabeceiras de Basto porque andei de cavalo.

            Na aula de Inglês gostei de fazer o trabalho sobre a família, na Física gostei de fazer jogos e na Música gostei de aprender a tocar flauta.

            Gostei mais de fazer trabalhos de grupo.         

            Os meus colegas da turma são divertidos e engraçados.

             Os meus colegas da escola são patetas, alguns chatos e outros divertidos.

            A minha sala é gira porque está cheia de trabalhos.

            A minha escola é alta e bonita.

            No próximo ano gostava de aprender mais coisas para continuar a ser uma boa aluna!

 

 

Ana Isabel

 

 

 

 

            No meu 2º ano gostei de visitar os Bombeiros de Castelo de Paiva porque tivemos a oportunidade de aprender coisas sobre eles. Foi divertido ir a Cabeceiras de Basto onde andamos de cavalo e fomos ao Museu Ferroviário.

            Nas aulas de Música gostei de aprender a tocar os parabéns na flauta. Na Física gostei do sarau que foi na sexta-feira à noite.

            Gostei mais de aprender as horas e o dinheiro.

            Os meus colegas de escola são simpáticos e engraçados porque fazem palhaçadas.

            A minha sala é colorida porque fazemos trabalhos e afixamo-los  na sala.

            A minha escola é gira porque tem uma rede para jogar giravolei.

            Adoro dançar aqui na escola com a minha melhor amiga Sara.

            No próximo ano gostava que a escola tivesse um escorrega de água e uma piscina.

 

  Beatriz

 

           

 

 

            No meu 2º ano só gostei da visita a Cabeceiras de Basto principalmente da Escola de Trânsito quando andamos nos carros. Gostei quando fomos cantar à rádio, dos trabalhos de inglês e da visita aos Bombeiros.  Também adorei a dança que o Professor de Física nos ensinou.

            Alguns colegas da escola são maus outros são simpáticos e outros invejosos. A minha sala está toda enfeitada com os trabalhos que fazemos. Não gosto quando a professora berra com todos porque nós estamos na brincadeira.

            No próximo ano gostava que a professora Sandra continuasse a ser nossa professora.

                                  

                                                           Catarina Duarte    

 

 

 

 

            No meu 2º ano gostei da visita aos Bombeiros porque entrámos dentro dos carros dos bombeiros e também gostei de fazer a visita de estudo a Cabeceiras de Basto porque andamos de cavalo. Também gostei de ir à rádio porque cantamos uma canção.  Gostei muito da Física porque ensaiamos para o sarau uma dança linda. Gostei de fazer trabalhos de inglês porque posso começar a aprender a falar uma língua nova.

            Gostei mais de aprender as tabuadas e as contas de dividir.

            Os meus colegas são fantásticos porque brincam comigo e deixam-me brincar com eles.

            Alguns colegas são fixes e simpáticos e outros são maus como por exemplo: o Guilherme e o André que são da turma do 1º ano.

            Tenho uma sala linda porque está cheia de coisas que nós fizemos.

            A minha escola é fantástica porque dá para jogar futebol em dois campos: um pequeno e outro grande.

            No próximo ano gostava que a minha escola tivesse um campo de futebol com relva e balizas.

 

 

Emanuel    

 

 

 

 

      No meu 2º ano gostei de fazer trabalhos de grupo. Também gostei de ir a Cabeceiras de Basto porque andámos de cavalo e também em carrinhos. Eu gostei muito da professora e quero que ela esteja a dar aulas no 3º ano. Gostei do magusto, da festa de Natal, das Janeiras, dos Bombeiros, de fazer trabalhos de inglês, da visita à rádio, da experiência da dissolução e da surpresa que demos à mãe que foi um livro de receitas.

      Também gostei de ver o Fantasma da Ópera, dos trabalhos de inglês e de ensaiar para o Sarau.

      Não gostei quando a professora ralhou connosco porque nós estavamos distraídos ou quando nos portámos mal.

      Gostei mais de aprender Matemática e Música.

      Os meus colegas de turma são divertidos e simpáticos porque brincamos muito juntos. Os meus colegas de escola também são divertidos.

      A minha sala é bonita porque tem os trabalhos que fizemos. A minha escola é divertida e fixe porque tem muitos meninos e meninas para brincar.

     No próximo ano gostava que a professora ficasse connosco.

 

 

Fabiana

           

 

 

                                                                      

           No meu 2º ano gostei de aprender os poliedros, as divisões, as simetrias e as regras de segurança em vários sítios.

           Eu gostei da visita aos Bombeiros porque experimentámos os capacetes e foi muito divertido.

           Gostei da visita à Biblioteca Municipal e a parte mais divertida foi requisitar livros. Também gostei do lanche do Outono, do teatro da Heidi, da visita à rádio, do livro de receitas, da experiência da dissolução, do museu ferroviário, das apresentações de trabalhos, de fazer o logotipo, de ler livros e fazer poesias, de cantar as Janeiras, da visita da dentista e da nutricionista, de fazer a carta ao Pai Natal, do magusto, do poema do nunca acabar, da feira hortícola, das lengalengas, de tocar flauta e do Sarau. Gostei de aprender as roupas, as cores e os animais em inglês e de ver o filme O Fantasma da Ópera em Música.

           Os meus colegas são divertidos e simpáticos.

           Eu gosto muito desta escola e gostava que ela fosse mais alta.

 

 

Guilherme

 

 

 

 

      Eu gostei de ir à Escola de trânsito, do lanche do Outono e de brincar no recreio.

      Não gostei quando a professora me pôs de castigo porque eu batia nos meninos.

      Gostei mais de aprender contas e problemas.

      Os meus colegas da turma são simpáticos e fixes.

      Os meus colegas da escola são fixes e gosto de todos.

      A minha sala é linda porque tem cartazes.

      A minha escola é bonita.

      No próximo ano gostava de aprender coisas novas.

 

Hugo

 

 

 

 

            No meu 2º ano eu gostei de aprender as horas, o dinheiro, os poliedros e as tabuadas.

            Eu gostei de aprender a música do “Rei Leão”, de aprender a família em Inglês e dos ensaios para o sarau. Gostei de todas as visitas, apresentações e festas.

            Os meus colegas de turma são divertidos e são os melhores amigos de todo o Mundo. Eles são muito simpáticos.

            Os meus colegas de escola são meus amigos e simpáticos.

            A minha escola é muito bonita e bem grande para brincar e trabalhar.

            A contar com as professoras e os professores das AECs, a melhor professora do mundo é a minha professora Sandra. Ela é simpática e muito nossa amiga!

            No próximo ano gostava de aprender o algoritmo da divisão.

            Adoro tudo o que há na escola principalmente os meus amigos e as minhas professoras e professores!

 

 

Inês Regina

 

 

 

 

 

            Eu gostei mais de ir a Cabeceiras de Basto porque andei de cavalo e de ir à Escolinha de Trânsito porque andei nos carrinhos. Também gostei do sarau, do magusto e do lanche do Outono porque era um lanche bom.

            Eu fiquei só uma vez de castigo e não gostei.            

            Eu aprendi os estados do tempo, os meios de transporte e como funciona a rádio. 

            Os meus colegas de turma são fixes e bonitos. 

            Os meus colegas de escola são chatos e brincalhões.                   

            A minha sala é bonita porque tem trabalhos nossos.            

            A minha escola é alta e grande.  

            No próximo ano eu gostava que houvesse um  campo  de   futebol com balizas e relva. 

 

 

 

João Filipe

 

 

 

 

           No meu 2º ano gostei de aprender o dobro, o eixo de simetria, os nomes comuns e os nomes próprios. Gostei da visita de estudo a Cabeceiras de Basto porque andamos de cavalo e da escolinha de trânsito. Na Física  gostei dos ensaios para o sarau e na Música gostei de ver o Musical 3.

            Gostei mais de aprender o dobro.

            Os meus amigos da escola são meus amigos.

            A minha sala é bonita porque tem muitos trabalhos.

            A minha escola  é muito alta.

            No próximo ano gostava que a escola tivesse um bar de gelados.

 

 

Jorge

 

 

 

 

 

        No meu 2º ano eu gostei de aprender tudo.

        Eu gostei das aulas de Música de ver o Fantasma da Ópera. Na Física eu gostei de fazer jogos e do sarau. No Inglês gostei de fazer trabalhos. Gostei mais de aprender Música.

        Os meus colegas de turma são fixes e divertidos.

        A minha sala é colorida.

        A minha escola tem um campo de futebol.

        No próximo ano gostava de ter mais colegas.

 

Madalena

 

 

 

 

 

           No meu 2º ano eu gostei de tudo principalmente de Matemática. Também gostei da visita aos Bombeiros e da visita a Cabeceiras de Basto onde fomos à escolinha de trânsito porque aprendi mais sobre os sinais. Também gostei de comemorar o dia dos namorados.

            Gostei de aprender as tabuadas.

            Os meus colegas de turma são muito divertidos e amigos.

            A minha sala está muito bonita e arranjadinha porque tem muitos trabalhos nossos.

            A minha escola é grande, bonita e fixe porque tem música e podemos cantar e dançar nos intervalos.

            A minha professora é amiga e inteligente.

            Gostei do sarau que o meu professor de Física preparou e também dos jogos.

            Fiz trabalhos de Inglês com a professora Elisabete e gostei.

            De música adorei tocar flauta e cantar músicas.

            Os meus professores são fixes.  

            No próximo ano gostava de ter a mesma professora e também queria aprender a tabuada do 6,7,8, e 9.

 

 

Maria Ângela

 

 

 

 

            No meu 2º ano eu gostei da visita que nós fizemos a Cabeceiras de Basto porque foi muito divertido e engraçada: gostei de andar de cavalo e de andar de carrinhos na escolinha de trânsito.

            Gostei das aulas de Música porque nós vimos os filmes: High School Musical 3 e do Fantasma da Ópera. Também gostei de tocar flauta.

            Eu gostei mais de aprender a dança do sarau, de fazer jogos e de nos enfarruscar no carvão na festa do magusto.

            Os meus colegas de turma são importantes para mim porque eles ajudam-me e brincam comigo. Alguns são chatos!

            Os meus colegas de escola são muitos divertidos porque estão sempre a brincar connosco.

            A minha sala é grande, bonita, fixe e tem muitas coisas que nós fizemos nas aulas.

            A minha escola é grande e tem 12 janelas.

            No próximo ano eu gostava que houvesse uma piscina, um campo de ténis e um café.

 

 

Maria Inês

 

 

 

 

            No segundo ano eu gostei de escrever textos em grupo, de fazer as receitas docinhas para a mãe, da visita aos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva, de ir à rádio e de fazer o trabalho das instituições.

            Eu gostei de fazer os trabalhos do animal em Inglês e de ensaiar para o Sarau na Física.

            Eu gostei do filme do Fantasma da Ópera na Música.

            Eu aprendi que o TGV é o comboio mais rápido do mundo.

            Os meus colegas de turma são simpáticos e divertidos.

            A minha sala é grande e linda.

            No próximo ano gostaria de aprender os dias da semana em Inglês.

 

 

 

 

Marta Moreira da Silva 

 

 

 

 

            No meu 2º ano gostei de ir a Cabeceiras de Basto porque foi engraçada. Também gostei de fazer o marcador de livros, da visita aos Bombeiros, do livro de receitas que fizemos para a mãe e do teatro da Heidi. Na Física gostei dos ensaios para o Sarau. Na Música gostei de ver o fantasma da Ópera.

            A minha sala é engraçada porque tem os nossos trabalhos.

            Alguns dos meus colegas são simpáticos mas outros não.

            No próximo ano gostava que a escola tivesse uma piscina e no inverno ficava com gelo.

 

 

 

Marta Raquel

 

 

 

 

            No meu 2º ano gostei da professora que nos ensinou a fazer experiências e da visita de estudo a Cabeceiras de Basto onde fomos a um estábulo e  à Escola de Trânsito. Também gostei do ida ao teatro da Heidi, da feira hortícola e da visita aos Bombeiros. Na Física gostei dos  ensaios para o sarau.

            Gostei mais de aprender os tipos de transporte.

            Os meus colegas de turma são fixes, simpáticos e amigos.

            Os meus colegas de escola são simpáticos porque brincam comigo.

            A minha sala é bonita com trabalhos.

            A minha escola é bonita de branco.

            No próximo ano gostava de aprender como é que os aviões andam no ar.         

 

   

    

Pedro

 

 

 

 

           Eu gostei de visitar os Bombeiros, de ir à Biblioteca, de aprender as horas e o dinheiro. Nas aulas de Música gostei de ver o filme do Fantasma da Ópera, na aula de Inglês gostei de aprender os meses do ano e na aula de Física os ensaios do sarau.

           Eu aprendi que nós temos soldados vermelhos e soldados brancos no nosso corpo.

           Os meus colegas são divertidos.

           Era fixe que a escola tivesse gelo para andar de patins ou um aquário gigante com um tubarão (mas o aquário tinha de ser resistente e duro). Também  era divertido se houvesse circo para nos divertirmos.

 

Ruben

 

 

 

 

         No meu 2º ano eu gostei de andar de cavalo, de carrinhos, de ir à rádio cantar, de me enfarruscar, de fazer o logotipo, de cantar parabéns, de treinar para o sarau e de fazer os peixinhos.

         Adorei aprender o abecedário.

         Os meus colegas da turma são amigos principalmente a Beatriz e a Fabiana.

         Alguns colegas da escola são maus e outros bons.

         A minha sala é colorida.

         A escola é velha mas bonita.

         No próximo ano gostava que a nossa professora fosse a Sandra.   

 

Sara

 

 

 

 

 

        No meu 2º ano gostei de trabalhar, de escrever, da visita de Estudo aos bombeiros, de tocar flauta, de falar inglês e de  jogar o jogo dos grupos.

        Aprendi a higiene e os meios de transporte.

        Os meus colegas de turma são divertidos e fixes. Os meus colegas de escola também são muitos divertidos. Quem brinca mais comigo são o Emanuel, o João Filipe, o João Pedro, o Guilherme e o Pedro.

        A minha sala é bonita porque tem muitos livros.

        A minha escola é bonita porque tem muitas crianças e tem quatro salas.

        No próximo ano gostava de aprender muitas  coisas.

 

André

 

publicado por turminhafabulosa às 19:22
Quinta-feira, 19 / 05 / 11

Lobos...

O lobo e a princesa

 

    Era uma vez um castelo muito grande de uma princesa muito bela e rica.

    Uma noite, um lobo subiu a um castelo com uma escada. Espreitou pela janela e viu a bela princesa. Então ficou logo apaixonado por ela.

    O lobo pensou e disse:

    - Ela é tão bonita! Estou mesmo apaixonado por ela!

    A princesa ouviu e pensava que era um príncipe que estava na árvore. Abriu a janela ouviu tudo o que o lobo estava a dizer porque estava a repetir milhares de vezes.

    A princesa pensou:

    - O lobo apaixonado por mim? Devo estar a sonhar.

    No dia seguinte, a princesa foi dar um passeio à floresta e encontrou o lobo. Ela perguntou-lhe:

    - Tu gostas de mim?

    - Gosto! – respondeu o lobo.

    - Foste tu que eu ouvi na árvore?

    - Sim!

    - Eu pensava que estava a sonhar!

    - Queres namorar comigo? - perguntou o lobo.

    - Nem pensar! Eu a namorar com um lobo! Não! Não! Não! Nem pensar!

    O lobo ficou triste com a resposta da princesa, mas não desistiu de a conquistar. Então fez uma poção e bebeu-a! Transformou-se em príncipe e foi ter com a princesa.

    Ele perguntou-lhe outra vez:

    - Queres namorar comigo?

    - Sim! - respondeu a princesa.

    O casal casou e viveram felizes para sempre, sem que a princesa algum dia soubesse que aquele era o lobo!

 

Fabiana e Ana Isabel

           

 

             

 

 

 

A princesa e o lobo

 

        Era uma vez uma princesa que se chamava Violeta.

        A princesa Violeta vivia num palácio e viu um lobo pela janela.

        Ele saltou até à janela e disse-lhe:

        - Ó menina, vou-te comer! 

        Ela respondeu:

        - Ai ai, isso é que não vais!

        Ela fugiu para a torre mais alta mas o lobo seguiu-a. A princesa deu com um pau na cabeça do animal. Mas o lobo sobreviveu e rosnou. A princesa ficou de boca aberta a olhar para o lobo.

        Depois a Violeta fugiu para o quarto e trancou a porta.

        Mas o lobo sabia uma entrada secreta para o quarto dela. Quando ela entrou no quarto, o lobo apareceu-lhe de repente. Então a Violeta deu com o machado na cabeça do lobo e ele acabou por morrer.

 

 

 

Maria Inês, Beatriz, Madalena  

 

 

 

 

 

 

 

A princesa perdida

 

         Era uma vez um princesa que foi buscar água a um tanque e de repente atrás dela estava um lobo muito feio e que queria comê-la. Ela perguntou:

         - O que tu queres Lobo?

         - Eu quero–te comer!

         - Porquê?

         - Porque és linda e docinha!

         Depois pegou nela e levou-a para a toca dele. Virou-se para a família e disse-lhes:

         - Temos aqui o almoço!

         - Vamos fritá-la?

         - Sim! Deve ser saborosa!

         - Então vamos lá atacar!

        Depois do manjar, um deles disse:

        - Já tenho a barriga cheia! Era tão saborosa!

        - Vamos dormir porque senão daqui a bocado vomito!

        No dia seguinte os lobos foram ao campo real. Lá viram uma rainha e raptaram-na. Ela tentou chamar alguém mas ninguém a ouviu.

        O lobo disse à rainha:

        - Se quiseres ir embora, ficas calada e vais-me buscar um tesouro em troca da tua liberdade. Quando o tiveres, apitas neste apito brilhante.

        Ela foi buscar o tesouro e apitou no apito. Eles ouviram e foram lá buscá-lo.

        Tal como combinado, libertaram-na e como ficaram ricos com o tesouro, nunca mais comeram princesas nem raptaram rainhas.

 

Catarina Duarte e Marta Silva

    

 

 

 

 

A Ana e o Alexandre encontram um amigo

 

     Era uma vez dois meninos que se chamavam Ana e Alexandre. Eles foram passear à floresta sem a mãe saber. Antes de irem à floresta levaram pão e vinho do frigorífico.

     Pelo caminho deixavam bocadinhos de pão para depois saberem o caminho até casa. Só que os pássaros malandros comeram os bocadinhos de pão que eles estavam a deixar, mas a Ana e o Alexandre não estavam a ver.

     Quando chegaram a meio da floresta repararam que não tinham mais pão e que os pássaros malandros estavam a comer os bocadinhos de pão.

     A seguir encontraram um lobo, ficaram cheios de medo e começaram a gritar:

     - Ai! Socorro! Um lobo!

     O lobo disse-lhes:

     - Não se preocupem! Eu só quero ser vosso amigo.

     A Ana e o Alexandre disseram em coro:

     - Está bem! Então vamos ser amigos!

    O lobo perguntou:

    - Podem-me ajudar a encontrar a minha família?

    A Ana e o Alexandre responderam:

    - Sim! Claro que ajudamos.

    De seguida, os três foram à procura da família do lobo. Quando a encontram ficaram todos muito contentes. A seguir beberam o vinho até ficarem bêbedos e foram para o rio dormir.

    A mãe dos meninos já andava à procura deles na floresta. Quando foi ver ao rio encontrou-os lá a dormir. Quando eles acordaram, a mãe deu-lhes uma sapatada no rabo que eles foram a choramingar até casa!

    Vitória, vitória acabou-se a história! 

 

 

Maria Ângela e Inês Regina

 

 

 

 

 

A princesa e o lobo

 

     Era uma vez uma  princesa que vivia num reino. Ela andava há muito tempo à procura do tesouro. Mas o lobo sabia onde estava o tesouro e não dizia.

    A princesa nunca desistia e continuava à procura mas nunca encontrava. Até que um dia, ela viu o lobo e perguntou:

    - Tu sabes onde esta o tesouro?

    O lobo mentiu e disse que não sabia.   

 

Ana Matilde e Hugo

 

  

 

 

 

O lobo cavaleiro

 

     Num lindo dia de Primavera, um lobo chamado Fonsolobo foi ao castelo do rei Artur e pediu-lhe:

     - Rei Artur, posso ser cavaleiro?

     - Claro que sim Fonsolobo!

     Quando ele foi buscar a armadura, pôs-se a cantar:

    - Eu vou buscar a armadura para mim e vou gostar de ser assim!

    Quando ia ter com o rei, cruzou-se com uma linda raposa e apaixonou-se!

    Mas o rei também a viu e também foi amor à primeira vista.

    O Fonsolobo foi logo a correr dar a novidade ao rei que ele e a raposa iam casar.

    - Nem penses! - respondeu o Rei. - Porque eu também gosto dela!

    Então, eles decidiram fazer um duelo de cartas para ver quem casava com a raposa, mas ficaram empatados.

    A raposa gostava dos dois mas quando viu o duelo, disse-lhes:

    - Não gosto mais de nenhum! Adeus!

    E foi-se embora!

 

 

 

Marta Raquel e Guilherme

 

     

 

 

 

 

O lobo e a Branca-de-Neve

 

     Era uma vez um lobo que andava perdido na floresta. Decidiu arranjar um abrigo.

     Um dia, a Branca-de-Neve foi à floresta apanhar amoras e o lobo encontrou-a.

     - Branca-de-Neve posso ir à tua casa?

     - Podes.

     O lobo foi à casa dela  e ficou seu animal de estimação.

     A Branca- de-Neve passou a dar-lhe comer e comprou-lhe uma casa.

     Depois o lobo levou a Branca-de-Neve aos seus amigos para a apresentar.

     O lobo e a Branca- de-Neve ficaram amigos para sempre.

 

 

Pedro e André

 

 

 

 

 

O lobo falador

 

      Era uma vez um lobo que foi a um galinheiro e roubou um ovo.

      A Dona Geraldina foi ao galinheiro tirar ovos e não tinha nada. No dia seguinte escondeu-se atrás dos arbustos. Ela viu o lobo a comer os ovos.      

     Depois ela tirou o frango que estava lá. Matou-o, meteu-lhe veneno e colocou-o outra vez no galinheiro.

     Depois o lobo morreu e a dona Geraldina enterrou-o.

 

Emanuel e Jorge

 

 

 

 

 

O lobo e o Pedro

 

         Era uma vez um lobo que comeu uma galinha. O Pedro foi ao galinheiro e sentiu a falta de uma galinha. Então escondeu-se no telhado e  descobriu que era o lobo que andava a comer as galinhas dele.

         O Pedro não parava de sonhar com o lobo e um forma de o apanhar.

         O Pedro armou uma armadilha de rede.

         O lobo ficou preso para sempre.

 

João Filipe e João Pedro

  

 

 

 

 

O lobo e as cobras

 

      Toda a gente da aldeia conhecia um lobo. Ele era bom, vaidoso e tinha bastantes amigos.

      Um dia, a Sofia que é a mulher do José, foi dar de comer às cabras. Mal chegou, viu as cabras mortas e foi chamar o José e disse-lhe:

      - O lobo matou as cabras.

      E o José respondeu:

      - Estás maluca? O lobo não se atreve a meter lá a pata. Vamos perguntar ao lobo porque é que ele não mete lá a pata.

      Foram perguntar ao lobo e ele disse que lá havia muitas cobras e que elas só andam de dia, por isso elas mataram as cabras!

                                                                                                                                            

Tomás

publicado por turminhafabulosa às 22:57
Domingo, 08 / 05 / 11

Viagens...

Uma viagem

 

     Nós fomos viajar de autocarro até ao Algarve.

     Deixámos as malas espalhadas pelo quarto e fomos a correr para  a praia! Comemos um gelado de morango. Fizemos a digestão e depois fomos para a água.

     Voltámos  para casa tomar um duche.

     Apeteceu-nos ir ao shopping e fomos ao cinema ver Gnomeu e Julieta. De seguida fomos à Zara e compramos: camisolas, vestidos e sapatos.

     Almoçámos na pizzaria e comemos uma pizza de salsichas.

     De seguida fomos ao Zoo e andámos de teleférico. Tiramos lindas fotografias com animais. Fomos a um museu que  só tinha estátuas de animais. Apanhámos um táxi e voltámos para casa.

     À noite fomos à discoteca.

     No dia seguinte saímos porta fora e fomos tomar o pequeno-almoço a um café. Pedimos meia de leite com torradas e depois fomos dar um passeio à beira do praia.

     Também fomos ao circo ver uma grande palhaçada.

     Depois fomos à piscina.

     Ao fim da tarde, voltámos para casa para jantar, arrumámos as malas e apanhámos um avião de volta ao nosso lar.

     Nós adoramos esta viagem ao Algarve!

 

 

Ana Isabel e Marta Silva

 

 

 

                    Uma viagem

 

      Nós fizemos uma viagem ao Japão de barco. Vimos motas-de-água a andar.

      Depois fomos ao barco buscar os nossos fatos de banho e apanhámos o táxi para irmos para a praia.

      Vimos lanchas à volta da ilha. Depois de tanta diversões na praia, fomos à carrinha dos gelados.

      Apanhámos o táxi e fomos comprar um carro Mercedes.

      Depois fomos a um restaurante lanchar.

      No dia seguinte fomos tomar o pequeno almoço e fomos buscar os bilhetes para ir apanhar o avião e voltar para Portugal.

 

 

 Tomás e Jorge        

 

 

 

 

Uma viagem

 

    Nós fomos ao Brasil de barco. Foi uma viagem muito divertida porque fizemos fichas de trabalho brasileiras como na escola.

    No Brasil, soubemos que havia um tesouro escondido. Como nós eramos aventureiras, encontrámos o tesouro e lá dentro havia muito dinheiro.

    Nós dissemos:

    - Estamos ricas!

    No dia seguinte fomos até Paris de avião, à cidade do amor.

    Nós vimos casas cor-de-rosa, portas com corações enormes, janelas em forma de coração e um carro em forma de coração. Comprámos um cesto com bolachas em forma de coração, dois vestidos com corações e sandálias com brilhantes.

    Finalmente encontramos um castelo e fomos investigá-lo. Vimos mais dinheiro, muitas Bíblias antigas e medalhas.

    Uma senhora andou a espiar-nos durante toda a viagem e como ela viu que nós eramos aventureiras, deu-nos mais medalhas, duas bicicletas e madeira.

     No dia seguinte nós voltámos para Portugal de avião.

     Em casa, com a madeira, fizemos uma bicicleta para a  nossa amiga. Depois fomos todas andar de bicicleta.

     Nós gostamos da nossa viagem porque foi fantástica!

 

 

Inês Regina e Maria Inês

 

 

 

Uma viagem

 

     Era um dia de verão e nós decidimos dar um passeio a Paris.

     Nós fomos de Portugal até Paris de avião. Quando acordámos, o Sol estava a aparecer. Tomámos o pequeno-almoço e apreciámos a paisagem do avião.

     Quando chegámos a Paris, já era de manhã e nós alugamos um quarto no hotel. Nós ficamos no quarto número dois onde tinha duas camas: uma para mim e outra para a minha amiga.

     Desfizemos as malas e fomos dar um passeio de táxi.

     Parámos numa estação onde havia muitos comboios: um vermelho, um cor-de-rosa, um azul, um amarelo e um verde. Decidimos apanhar o azul porque é a nossa cor favorita e parámos perto da torre Eiffel. Subimos até lá cima e as pessoas pareciam formigas. Depois fomos ao shopping onde bebemos leite chocolatado e comemos baguetes com manteiga.

     Regressámos ao hotel, jantámos e fomos para a cama.

     De manhã tomamos o pequeno-almoço e fomos tirar dois bilhetes para ir à Disney à tarde.

     Apanhámos um táxi até à Disney. Lá, fomos à Casa Assombrada e fomos ao Castelo das Princesas.

     Depois fomos ao hotel buscar as nossas coisas e fomos para o aeroporto apanhar o avião para regressar a casa! Todas contentes!

 

                                                                          

Maria Ângela e Marta Raquel

 

 

 

Uma viagem

 

  Nós fizemos uma viagem de carro ao Algarve.

  Quando chegamos, fizemos uma cabana e de seguida fomos para a praia onde estavam muitas pessoas a nadar. Também fomos à piscina.

  Depois fomos ao cinema ver o filme “Rio”, comemos pipocas e bebemos sumo.

  Também fomos ao circo onde havia muitos palhaços, malabaristas e acrobatas .

  Fomos à discoteca, onde cantamos uma música.

  À noite, voltámos para a cabana dormir, onde nos sentimos muito bem.

  No dia seguinte fomos de avião até Paris e estávamos sempre a cantar esta canção:

De avião

até Paris

Cai ao chão

e parte o nariz.

 

   Lá  vimos a Torre Eiffel e pintámos o seu retrato.

   Fomos a uma loja de animais e comprámos dois gatinhos: um cinzento e um branco.

   Dormimos num hotel de cinco estrelas.

   Por fim voltámos a Portugal de barco.

 

                                                    Beatriz e Sara

 

 

 

                                                 Uma viagem

 

   Nós fomos a Angola de avião.

   Depois de aterrar fomos ao rio dos diamantes e as pessoas estavam a olhar para nós e por isso não podíamos levar os diamantes. A seguir andámos de carroça e fomos ao castelo Zecc.

   Depois apanhámos um táxi e fomos a um prédio onde passámos a noite.

   No dia seguinte o táxi levou-nos de volta ao aeroporto e voltámos de helicóptero para casa.

 

 

Pedro e Rúben

 

 

 

 

Uma viagem

 

    Nós fomos a Paris, à cidade do amor, de avião. Nós vimos muitos corações enormes nas lojas. Fomos morar para um hotel de cinco estrelas com cozinhados bons e dormimos em camas fofas. Os vestiários eram bonitos, e espantosos. Conhecemos cantores que cantavam muito bem.

    Saímos de Paris e fomos para Moçambique de balão de ar quente a cantar esta canção:

 

Já fui a Paris

de avião.

Agora vou a Moçambique

de balão.”

 

    Lá, vimos macacos na selva, bebemos sumos de côco e comemos muitas bananas.

    Regressamos de helicóptero ao Porto.

    Nós gostámos desta viagem!

 

 

     Catarina Duarte e Fabiana 

 

 

 

Uma viagem

 

   Nós fizemos uma viagem ao Porto.

   Lá tinha escorregas, baloiços, shoppings e fomos ao parque de diversões. No  shopings, fomos às compras.

   Nós comprámos dois vestidos, umas calças e uma camisola. Levámos as  compras para o hotel e fomos jantar fora.

   No dia seguinte fomos à praia, almoçámos e fomos nadar.

   À noite fomos à discoteca e bebemos sumo de manga. Pagámos vinte euros.

   Depois viemos embora de autocarro até casa. 

 

 

Ana Catarina, Emanuel e Madalena

 

 

 

Uma viagem a França

 

    Nós fomos viajar a França.

    Fomos ao zoo e andámos de comboio.

    Encontrámos um cavalo no estábulo.

    Fomos ao supermercado e comprámos pão, bolo de chocolate, queijo, fiambre e leitão assado.

    Nós fomos ver a Torre Eiffel e tirámos fotografias que ficaram  bonitas.

 

Ana Matilde e Hugo

 

 

 

A viagem ao Porto 

 

    Nós fomos ao Porto de helicóptero e saltamos de pára-quedas.

    Depois fomos de autocarro ao shopping, ao hotel e ao Bricomarché.

    No dia seguinte, fomos num táxi para uma festa.

    Depois fomos passear de eléctrico. Jantámos e fomos dormir.

    No dia seguinte fomos embora.

 

Guilherme e João Pedro

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 14:16
Terça-feira, 15 / 02 / 11

Trabalhos de grupo sobre as instituições da nossa localidade

     No mês de Janeiro estudámos as instituições e os serviços que prestam. No final do tema, os alunos foram desafiados a escolherem uma instituição da localidade para descobrirem mais informações. Podiam fazer em grupo ou individualmente e claro, podiam pedir ajuda aos pais.

     Os trabalhos correram bem tal como as apresentações:

  

 

 

O Guilherme e o Pedro fizeram sobre a nossa escola.

 

 

 

  

 

 O Jorge fez o seu trabalho sobre a Câmara Municipal de Castelo de Paiva.

 

 

 

 

 

A Maria Inês e a Catarina Duarte quiseram saber mais sobre o Centro de Saúde.

 

 

 

 

 

O Emanuel e o Tomás recolheram informações sobre o Pavilhão Municipal de Desportos e deram-nos uma informação em primeira mão: o pavilhão vai entrar em obras!

 

 

 

 

 

O João Pedro, a Marta Silva e a Maria Ângela foram investigar informações sobre o Centro Social e Paroquial de Sobrado, onde a maioria dos alunos da turma tem o ATL e vai almoçar.

 

 

 

 

 

A Madalena mostrou-nos o CAT - Centro de Acolhimento Temporário de Oliveira do Arda.

 

 

 

 

 

 

A Sara e a Fabiana ensinaram-nos mais coisas sobre a Associação de Atletismo da Clarks.

 

 

 

 

 

 

A Ana Catarina falou-nos sobre o Centro Social "Os Cucos", onde ela frequenta o ATL e vai almoçar.

 

  

 

 

 

A Marta Raquel falou-nos sobre a Igreja Paroquial de Real, onde ela foi baptizada.

 

  

 

 

 

 O João Filipe falou dos serviços prestados pelo Lar da 3ª Idade da Santa Casa da Misericórdia de Castelo de Paiva.

 

 

 

 

 

 A Inês Regina e a Beatriz recolheram informações sobre a Biblioteca Municipal.

 

 

  

 

 

A Ana Isabel e a Ana Matilde apresentaram informações sobre o funcionamento da Junta de Freguesia onde elas moram - freguesia de Travanca, concelho de Cinfães.

 

 

 

 

    Todos os alunos se divertiram muito a fazer o trabalho quer durante as entrevistas quer na sua realização.

     Aqui ficam algumas dicas já faladas na aula para os próximos trabalhos:

  • O trabalho escrito deve ter um título que deve ser bem visível.
  • É importante usar fotografias que retratem os nossos textos.
  • Atenção aos erros ortográficos!
  • Para fazermos a apresentação aos colegas, devemos estudar bem e preparar o que queremos dizer.
  • Devemos falar bem alto, devagar e a olhar para os colegas.
  • Se possível, devemos tentar memorizar algumas partes para evitar a leitura.

 

     Continuação de bons trabalhos de grupo!

    Em nome de todos os alunos, agradeço a colaboração a todos os pais e familiares que ajudaram, e em especial, aos entrevistados das Instituições que receberam estes alunos com simpatia!

publicado por turminhafabulosa às 17:23
Quinta-feira, 13 / 01 / 11

Quando eu crescer quero ser...

 

Quando eu crescer quero ser bailarina

 

     Quando eu crescer quero ser bailarina porque eu gosto de dançar ballet.

     Eu vou trabalhar numa escola de dança e vou fazer espectáculos.

     Eu vou treinar as meninas na escola de dança.

     Eu vou à costureira para fazer os vestidos para as meninas vestirem nos espectáculos.

     Eu gostava de ser bailarina.

 

Ana Catarina

 

 

 

Quando eu crescer quero ser dentista

 

     Quando eu crescer quero ser dentista porque posso ajudar as pessoas a ter uns dentes bonitos.

     Eu vou usar uma bata e vou ter uma cadeira eléctrica para sentar os pacientes.

     Vou trabalhar numa clínica e vou ter a ajuda de uma assistente.

     Para ajudar as pessoas a ter uns dentes bonitos tenho que ver se os dentes estão sujos e limpar-lhes os dentes.

     Para eu ser dentista tenho que estudar muito e ir para a universidade.

     Eu gostava muito de ser dentista!

 

Beatriz

 

 

 

Quando eu crescer quero ser professora

 

     Quando eu crescer quero ser professora porque quero escrever no quadro e no computador.

     Eu vou trabalhar numa escola.

     Eu vou ensinar os meus alunos e vou-lhes mandar trabalhos.

     Eu vou ter de aturar os meus alunos e de ter muita paciência.

     Eu vou usar uma bata branca.

     Eu vou mandar recados e vou dar as bolinhas que são: verde, amarelo e vermelho ou o azul que é para quando eles estiverem de férias e para o fim de semana.

     Eu vou estudar muito para ser professora e vou entrar para a universidade.

     Eu gostava muito de ser professora!

  

   Inês Regina

 

 

 

Quando eu crescer quero ser tratorista

 

     Quando eu crescer quero ser tratorista porque já guiei tratores e gostei muito.                                                                         

     Eu vou trabalhar para o campo do meu avô.                           

     Conduzo tractores, freso a terra, acarto mato, faço regos, racho lenha, abro buracos e ando com a pá.

     Eu gostava de ser tractorista.             

 

João Filipe

 

 

 

Quando eu crescer quero ser futebolista

 

     Quando eu crescer quero ser futebolista porque gosto muito de jogar futebol.

     Eu vou treinar no campo de futebol.

     Eu vou ser jogador do Futebol Clube do Porto. Eu vou jogar e treinar no estádio.

     Vou tirar o curso de jogador de futebol.

 

Jorge

 

 

 

Quando eu crescer quero ser paramédica

 

     Quando eu crescer quero ser paramédica porque eu quero ajudar quando algumas pessoas estiverem a sofrer.

     Vou trabalhar nos Bombeiros.

     A minha roupa vai ser toda branca.

     Eu vou com uma carrinha do INEM e vou buscar as pessoas que tiverem algum acidente. Eu levo as pessoas para o hospital e ajudo a curá-las .

     Primeiro tenho de ir à universidade para estudar.

     Eu gostava de ser paramédica.

 

Maria Ângela

 

 

 

Quando eu crescer quero ser treinador 

 

     Quando eu crescer quero ser treinador e vou comandar os jogadores porque eu gosto de futebol e o futebol é divertido.

     Eu vou usar o símbolo da equipa no fato de treino.

     Eu vou trabalhar no estádio do Futebol Clube do Porto.

     Eu gostaria de ser treinador.                                                     

 

Pedro

 

 

 

Quando eu crescer quero ser médico

 

     Quando eu crescer quero ser médico para tratar das pessoas que têm doenças.

     Eu vou trabalhar no Hospital.

     Eu vou usar um estetoscópio e uma lanterna pequena.

     Eu vou tirar um curso na universidade para ser médico.

     Eu gostava de ser médico.

 

         Rúben Ricardo

 

 

 

Quando eu crescer quero ser camionista   

 

     Quando eu crescer quero ser camionista para ter camiões e atrelados que transportam coisas enormes e pesadas.

     Vou ter de engatar os atrelados e conduzir dia e noite para chegar ao destino.

     Vou precisar de comida e coisas para o camião. Depois de comer vou tomar banho e descansar para outra viagem.

 

Tomás

 

 

 

Quando eu crescer quero ser dentista

 

    Quando eu crescer quero ser dentista para ver se os dentes estão limpos.

    Eu vou trabalhar na clínica dos bombeiros ou eu crio uma clínica privada. Eu vou escolher os meus horários. Vou ter uma assistente para me ajudar.

    Às vezes, vou ter de tirar um dente às crianças e também vou pôr massa nos dentes.

    Eu vou ter de estudar muito para ser dentista e tenho a certeza que vai correr bem.

 

Guilherme

 

 

 

Quando eu crescer quero ser futebolista

 

       Quando crescer quero ser futebolista porque gosto de jogar futebol e desde pequenino vejo o futebol com o meu pai na televisão. 

       Eu vou trabalhar no estádio e jogar.

       Eu quero ser do Futebol Clube do Porto e quero ser o melhor jogador do mundo. Eu vou usar roupa azul e branca, chuteiras e caneleiras.

       O treinador vai-me treinar para ganhar os jogos todos.

       Eu gostava de ser futebolista.

 

Emanuel

 

 

 

Quando eu crescer quero ser futebolista

 

      Quando eu crescer quero ser futebolista porque gosto muito de futebol.

      Eu vou jogar no estádio do Porto porque eu quero ser Futebol Clube do Porto.

      Eu tenho que treinar muito para eu não ficar aleijado.

 

André

 

 

 

Quando eu crescer quero ser mecânico

 

     Quando eu crescer quero ser mecânico para arranjar carros.

     Eu vou usar uma roupa escura e trabalhar com muitas ferramentas: chaves de estrela, chaves de fenda e um macaco.

     Eu gostava de ser mecânico.

 

João Pedro

 

 

 

Quando eu crescer quero ser veterinária

      Quando eu crescer quero ser veterinária porque gosto de animais e quero cuidar da minha gatinha.

      A roupa que eu vou vestir é uma bata branca.

      Vou trabalhar no consultório para cuidar dos animais. Eu vou pegar nos animais e dar-lhes injeções.

      Eu vou ter que estudar muito e ir à universidade.

 

Maria Inês

 

 

 

 Quando eu crescer quero ser professora

     Quando eu crescer eu quero ser professora porque ganho muito dinheiro e posso ensinar os outros.

     Eu vou trabalhar na escola. Tenho que usar uma bata. Vou corrigir as fichas de avaliação dos alunos e ensiná-los a ficarem amigos uns dos outros e a serem bem educados. Eu sei que vou ter muita paciência com os alunos.

     Eu tenho que estudar muito e ir para universidade.

 

Fabiana

 

 

 

Quando eu crescer quero ser...

     Todos na vida temos alturas em que decidimos a profissão que gostaríamos de exercer um dia mais tarde.

     Eu também já decidi mas escolhi três e agora ainda vou ter de decidir entre elas.

     Elas são: cabeleireira, engenheira civil e modelo fotográfico.

     Mas para já ainda tenho algum tempo para decidir qual das três quero.

 

Madalena

 

 

 

Quando eu crescer quero ser médica

     Quando eu crescer quero ser médica porque vou ajudar as pessoas.

     Vou trabalhar num hospital ou num Centro de Saúde.

     Vou ajudar as pessoas a terem saúde. Por exemplo se uma pessoa tiver uma doença eu vou tentar curar, ou se partir um braço eu ponho o gesso, ou quando tiverem alguma coisa que lhe doa, eu dou-lhes medicamentos para as dores.

     Eu consulto as pessoas e vejo se têm algum problema e digo-lhes os medicamentos que podem tomar. Também digo a hora e quantas colheres.

     Vou usar uma bata igual à dos professores.

     Eu vou ter que estudar muito e ir bem preparada para a universidade.

     Eu gostava muito de ser médica.  

 

Marta Raquel

 

 

 

 

Quando crescer quero ser enfermeira

     Quando eu crescer eu quero ser enfermeira.

     Eu quero ser enfermeira porque gosto muito de cuidar dos outros, de dar injeções e de tirar os bebés. Também gosto de cuidar dos idosos porque quando a Ni estava doente, eu ajudava a minha avó a mudar-lhe a fralda, a dar a  papa e os medicamentos. Ela era muito doente e por causa disso, desde pequena, eu quero que a minha profissão seja enfermeira.     

 

Ana Matilde 

  

 

publicado por turminhafabulosa às 18:57
Segunda-feira, 03 / 01 / 11

A Fala das Coisas

Autor: José Jorge Letria

Ilustrador: Mimi

Editora: Ambar

 

 

        Nas férias de Natal o livro que eu li foi “ A fala das coisas” , gostei muito desse livro, pois fala de vários objectos e utensílios entre eles a mesa, a porta, o livro, o autocarro etc.

       Cada utensílio e objecto fala por si. Eu gostei imenso da parte em que a porta diz que está sempre pronta para receber aquele que se atrasa. Também gostei de saber que a única coisa que o autocarro sabe dizer é “fazem o favor de entrar”.

       Este livro fez-me aprender que cada objecto tem o seu lema e serve para alguma coisa em particular.

       Eu gostei muito deste livro!

 

 

Madalena

 

 

tags: ,
publicado por turminhafabulosa às 17:00
Quarta-feira, 17 / 11 / 10

O que sabemos sobre bruxas...

     Esta semana vamos começar a trabalhar o livro "A Bruxa Esbrenhuxa", escrito por Margarida Castel-Branco e ilustrado por Carla Antunes. Antes de verem o livro, quis saber o que pensam estes meninos de sete anos sobre bruxas...

 

    

COMO SÃO AS BRUXAS?

 

- As bruxas são feias e têm o cabelo branco. - Hugo

 

- As bruxas são más e feias. Andam mal vestidas, têm o cabelo despenteado e usam um capéu bicudo. São mal cheirosas. O nariz delas é grande e o queixo é bicudo. - Sara

 

- As bruxas são feias e têm o nariz grande. - André

 

- As bruxas são assustadoras. Têm o cabelo branco e a cara é verde. - Ana Catarina

 

- As bruxas são muito más e, à noite, andam sempre a passear com a sua amiga vassoura. Têm o cabelo preto ou branco e o nariz é grande e feio. Têm os vestidos todos rasgados, de cores escuras e muito feios. - Catarina Duarte

 

 - As bruxas são feias. Têm os cabelos castanhos, pretos ou cor de laranja. São horríveis. - Inês Regina

 

- As bruxas são velhas e más. Têm poucos dentes e a cara cheia de borbulhas. São antipáticas. Também usam um chapéu bicudo e uma vassoura. - Tomás

 

- As bruxas são muito más e feias. A cara delas é verde e o cabelo é branco. Ela tem o nariz com borbulhas grandes. Os pés também são grandes. Usam uma vassoura. - Maria Inês

 

- As bruxas têm roupa preta, o nariz grande e um chapéu bicudo. A cara delas é branca e assustadora. - Emanuel

 

- As bruxas têm a cara verde e algumas têm o cabelo cor de laranja. - Marta Raquel

 

- Elas são feias, têm uma bolha no nariz, o cabelo está todo estragado, vestem-se todas de preto e andam cheias de bichos. - Fabiana

 

-  As bruxas voam com a sua vassoura. O cabelo delas é branco e a boca é bicuda. Elas são feias. As roupas são pretas e roxas. - Matilde

 

 

  

 O QUE FAZEM NAS ESTÓRIAS QUE CONHECES?

 

- As bruxas voam com um gato numa vassoura. - Hugo

  

- As bruxas fazem magia e atiram um gato para o caldeirão. - Pedro

 

- As bruxas metem animais no caldeirão. - Maria Inês

 

- As bruxas andam à procura de coisas como por exemplo: um medalhão, um anel ou um cofre de ouro. - Marta Raquel

 

- Elas lançam feitiços e fazem poções. - Beatriz

 

- As bruxas fazem poções mágicas, feitiços e transformam as pessoas em animais. - Guilherme

 

- Nas estórias que eu conheço, as bruxas vão espreitar os meninos a dormir. - Maria Ângela

 

- Elas fazem coisas más e voam contra as árvores. - Ana Isabel e Fabiana

 

- As bruxas voam com a sua vassoura e metem muito medo. - Matilde  

 

 

  

COM QUEM VIVEM?

 

- Elas vivem com as outras bruxas. - Madalena

 

- Com um bruxo. - Sara

 

- A bruxa vive com um pássaro meio preto ou azul marinho. - Inês Regina

 

- As bruxas vivem com gatos. - Tomás e Guilherme

 

- Elas vivem todas juntas. - Catarina Duarte

 

- Elas vivem com as aranhas porque têm a casa cheias de teias de aranha. - Marta Silva

 

- As bruxas vivem com os morcegos. - João Pedro

 

- Vivem sozinhas numa casa velha. - Ruben

 

 

 

O QUE SABES MAIS SOBRE AS BRUXAS?

  

 - Sei que elas vivem numa casa velha, cheia de teias e mais teias. Elas têm um caldeirão e metem lá ratos. - Maria Inês

 

- Eu sei que as bruxas não são amigas dos meninos nem das meninas. - Jorge

 

- Sei que elas fazem feitiços, andam sempre com um dragão e voam numa vassoura. - Beatriz

 

- Elas comem sopa. - André

 

- Elas fazem sopas mágicas de muitas cores: amarelas, vermelhas, verdes e com muitas coisas. - Maria Ângela

 

 

Alguns desenhos de bruxas que os fabulosos fizeram:

 

 Desenho do Ruben     

 

Desenho da Marta Silva

 

 Desenho do Pedro

 

 Desenho da Fabiana

 

 Desenho da Inês Regina

 

Desenho do André

    

 Desenho da Maria Inês

 

 

      Depois de verem a capa do livro, alguns meninos acharam esta bruxa muito engraçada e fofa!

  

   

     A maior parte dos meninos acha que esta Bruxa Esbrenhuxa é uma bruxinha boa e por isso vai fazer feitiços simpáticos, como por exemplo:

 

- Ela vai fazer o feitiço do amor em que o príncipe e a princesa vão ficar apaixonados. - Pedro

 

- Ela vai-se transformar a ela própria para ficar bonita. - Catarina Duarte e Guilherme

 

- Ela vai transformar o príncipe num sapo. - André e Jorge

 

- Ela vai transformar uma casa torta num castelo. - Marta Raquel

 

- Ela vai transformar uma folha num hamburguer. - Matilde

 

- Ela vai transformar um sapo num hamburguer. - Ana Catarina

 

- Ela vai transormar o gato num hamburguer. - João Filipe

 

- Ela vai transformar o gato num burro. - Sara

 

- Ela vai transformar o gato numa pedra dura. - Inês Regina

 

- Ela vai transformar uma laranja numa vaca. - Tomás

 

- A bruxa vai transformar o rei e a rainha em estátuas. - Maria Inês

 

- Ela vai transformar o príncipe e futuro rei num sapo. - Marta Silva

 

- Esta bruxa transforma as pessoas em vacas. - Emanuel

 

- Ela transforma pessoas em animais assim: abracadabra que esta pessoa se transforme num animal. - Ana Isabel

 

- A Bruxa Esbrenhuxa vai fazer uma magia para tirar o gato da bola de cristal. - Maria Ângela

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 10:20
Sexta-feira, 22 / 10 / 10

O meu fruto preferido

O meu fruto preferido

 

       O meu fruto preferido é a maçã.

       A maçã vem da macieira. Algumas são verdes e outras são vermelhas. A sua pele é macia e algumas são duras.

       Deve-se lavar a maçã antes de comer. Ela pode-se comer crua, assada ou cozida. Eu gosto de comê-las aos gomos.

       Algumas têm minhocas e outras formigas.

       Eu  gosto  muito  de  maçãs.

 

 

Fabiana

 

 

 

O meu fruto preferido

 

       O meu fruto preferido é a romã. Este fruto é apanhado no Outono.

       Eu gosto da romã porque sabe bem. É um fruto gostoso.

       A romã pode ser comida com açúcar que ainda fica mais docinha.

      Eu acho piada às bolinhas vermelhas que estão lá dentro. Só não gosto muito é de separar as bolinhas da casca porque demora muito tempo, mas mesmo assim continua a ser o meu fruto preferido.

      Adoro romãzinhas.

 

 

Madalena

 

 

 

  

O meu fruto preferido

         O meu fruto preferido é o pêssego. Ele vem do pessegueiro.   

         O pêssego é cor de laranja e pode ser peludo ou careca. Alguns vêm dentro das latas com sumo.

         Nós devemos lavá-los antes de comer.

         A minha prima Sofia também adora o pêssego!

         Eu adoro pêssegos.

 

 

Beatriz

 

  

 

         

O meu fruto preferido

  

      O meu fruto preferido vem da bananeira.

      Ele é amarelo e é parecido com a Lua.

      Para comer o meu fruto, tira-se a casca e come-se.

      O macaco também gosta muito deste fruto.

      Adivinhem lá qual é!

 

Ana Isabel

 

 

  

  

O meu fruto preferido

         O meu fruto preferido é a banana.

         Ela vem da bananeira. Ela é amarela. Temos de a descascar antes de comer. Eu gosto da cor e do cheiro. Ela tem uma curva.

         Há um animal que também adora bananas que é o macaco. 

 

 

Maria Inês

 

 

 

 

O meu fruto preferido

       O meu fruto preferido são os morangos.

       Os morangos vêm dos morangueiros.

       O morango é vermelho com pintinhas pretas.

       Deve-se lavar bem o morango antes de comer.

       O morango come-se com chantili ou açúcar. A minha prima Vanessa põe morangos nos bolos e fica engraçado.

 

 

Marta Raquel

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por turminhafabulosa às 17:38
Nós somos os alunos do quarto ano da professora Sandra. Neste blogue podem espreitar o que fizemos nos últimos anos e esperar muitas surpresas neste 4º ano!! :)

mais sobre nós

Setembro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

comentários recentes

  • Professora já que somos do quinto ano o que vai ac...
  • Bem professora finalmente acabou mais uma etapa es...
  • Gostei do livro,especialmente a hirtória:Me...
  • Bom diaGosto muito de Castelo de Paiva pois que fo...
  • Gostei muito deste dia gostei de gainhar o cartao ...
  • Adorei a visita à kidzania pois lá p...
  • Adorei a visita à kidzania pois lá p...
  • Eu também quero ser futebolista e jogar no Benfica...
  • Bem professora sei que so estou a mandar esto agor...
  • Bom dia!Gostaria muito de comprar o livro:Sara,a m...

mais comentados

RSS

blogs SAPO


Universidade de Aveiro